terça-feira, 11 de março de 2014

[Opinião] As Cinco Pessoas Que Você Encontra no Céu - Mitch Albom

Editora:Sextante (ou Arqueiro, alguém me explica qual a ligação entre as duas? se é que são realmente duas)
Nº de Páginas:186
Citação:
"O silêncio foi sua saída, mas o silêncio raramente serve de refúgio"
Sinopse:
  Com o mesmo estilo sensível e profundo de A Última Grande Lição, Mitch Albom nos presenteia, após seis anos de espera, com uma comovente fábula que nos faz refletir sobre o verdadeiro significado de nossa existência.
  As Cinco Pessoas que Você Encontra no Céu conta a história de Eddie, mecânico de um parque de diversões que morre no dia de seu aniversário de 83 anos tentando salvar uma garotinha. Imerso numa rotina de trabalho e solidão, ele passou a vida se considerando um fracassado. Ao acordar no céu, encontra cinco personagens inesperados que lhe mostram como ele foi importante. 
  Este livro foi escrito para cada um de nós, pois freqüentemente nos sentimos frustrados e inúteis – assim como Eddie – por não termos realizado nossos sonhos. Ele nos faz lembrar que vivemos numa ampla teia de ligações e que temos o poder de mudar o destino dos outros com um pequeno gesto, e nos faz descobrir a importância da lealdade e do amor em nossas vidas.


Opinião:
  Não sei exatamente por onde começar, então vou simplesmente... começar (what?!)
  Estava querendo esse livro a muito tempo, desde que ouvi o Bruno Miranda comentar ele em uma tag a muito tempo, e quando fui levar uns livros para o sebo acabei trazendo esse.
 O livro começa no dia do aniversário de 83 anos de Eddie, que é também o dia que ele morreu, eu não vou contar como foi a morte dele porque acho que vai ser muuuuito mais bacana se vocês lerem, mesmo sendo bem no comecinho, depois de morto, Eddie vai para o que aparentemente é o céu e encontra cinco pessoas separadamente, cada uma dessas pessoas lhe conta uma história e lhe ensina uma "grande lição" que explica o sentido de sua vida na Terra.
  Logo no começo do livro, ainda na dedicatória, o autor deixa claro: "Todo mundo, assim como a maioria das religiões, tem uma ideia do que é o céu, e todas merecem respeito. A versão aqui representada é apenas uma hipótese, um desejo, de certa forma, de que meu tio e outros como ele - pessoas que se consideravam insignificantes na Terra - perceba, finalmente,  o quanto foram importantes e queridas." eu mesmo não concordo com a ideia do autor sobre o céu, mas isso não me impediu de me deliciar com a história dele.
  O livro tem uma narrativa fácil e fluída, o autor não fica dando voltas e mais voltas pra chegar onde quer, é um livro que me arrepiou e me emocionou, e podemos carregar muitas lições dele para nossa vida, o valor e sentido do sacrifício que as pessoas fazem, o valor de uma vida e o entendimento que somos, assim como Karl Marx já dizia, uma teia de relações, o individuo não vive sozinho e sua vida afeta a vida de outras pessoas.
  Creio que se tivesse lido esse livro em outro momento eu teria ficado meio depressivo, mas como li ele estando meio depressivo ele meio que me elevou o ânimo, não gostei muuuuito da quarta pessoa que Eddie encontrou no céu, mas a terceira e a quinta me emocionaram muito.
Uma estrela para cada uma das pessoas que encontramos no céu

Um Comentário Com Spoiler
As cinco pessoas que você encontra no céu:
1- Uma pessoa que morreu em seu lugar
2- Uma pessoa que se sacrificou por você
3- Uma pessoa que você não conheceu, mas que cuja vida que levou antes de seu nascimento influenciou o rumo da sua vida (essa eu quase chorei)
4- Uma pessoa que você ama e sente falta
5- Uma pessoa que você matou (essa me fez chorar)

2 comentários:

  1. Oi, Rudi, tudo bem?

    Sabe que eu sempre coloco esse livro na minha cesta de compras nas lojas virtuais e nunca levo? hahahaha não sei o motivo! A premissa é incrível, a história parece muito, muuuuito interessante :D

    Adorei tua resenha, esse lance de que as pessoas que conhecemos na nossa vida afetam nossa relação com o meio é super verdade. Afinal, o que seríamos sem amigos, família, conhecidos? Não teríamos bagagem o suficiente pra enfrentar a vida!

    Adorei Rudiiii :D

    Abraços, Diego.

    www.aculpaedovisconde.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Diego...
      não sou a melhor pessoa para falar de relações humanas mas é isso aí :p

      Excluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...