quarta-feira, 3 de setembro de 2014

[Enquadrando] Superman e a Legião dos Super-heróis

HQs ♦ Panini ♦ DC ♦ Superman

  Não sou um grande fã do Superman, isso é claro, se desconsiderarmos o fato de que Smallville já foi meu seriado favorito e que sempre que encontro um encadernado caprichado com um arco completo eu compro... se eu fosse realmente muito fã do cara acompanharia a revista mensal, xingaria o povo que diz que ele perderia numa briga contra o Batman (coisa que não faço porque sei que é verdade).
  A história começa com um prelúdio onde, no ano de 3008 D.C. um planeta alienígena está prestes a ser destruído, um casal resolve colocar um bebê em uma nave e enviá-lo a outro planeta. que planeta? A Terra, é óbvio. O casal explica, um para o outro, que cerca de mil anos atrás um planeta também condenado enviou seu último filho para aquele planeta (o nosso) e foi muito bem recebido, se tornou o maior herói da Terra. Eles então enviam seu filho em uma nave pouco tempo antes de seu planeta ser destruído, para continuar a reprise a nave com o bebê cai na terra em um milharal enquanto um casal de fazendeiros passava... Mas diferente da história que conhecemos, o casal se assusta com a criança alienígena e decide fazer "o que qualquer cidadão cumpridor da lei faria [...] Vamos matá-lo".
  E nesse ponto voltamos para o presente, vemos Clark Kent em um dia "normal" no escritório do Planeta Diário quando um robô gigante (conhecido por quem acompanha as HQs como Saltador Temporal)aparece nas redondezas, e quando confrontado por Superman revela uma imagem gravada de Brainiac 5 (se você nunca leu quadrinhos deve pelo menos conhecer esse personagem pelo desenho da Liga da Justiça que passava, e se bobear ainda passa, nas manhãs do SBT) falando que o futuro e a Legião estavam em perigo porque os alienígenas já não eram bem-vindos na Terra.
  Confesso que só comprei esse encadernado na terceira vez que o vi, e só comprei por causa do roteirista (Que vocês já me viram engrandecer por aqui). E devo dizer que ele não me desapontou, apesar desse começo de criatividade duvidosa, ele soube desenvolver muito bem a história.
  Acho que é meio óbvio que o Superman viaja para o futuro e encontra a Legião desmantelada, alguns membros foram expulsos do planeta por serem alienígenas e outros andam escondidos, junto com os membros humanos que estão foragidos por serem considerados impuros, por compactuar com alienígenas.
  Podemos usar isso como uma metáfora (ou uma crítica direta) ao preconceito, seja ele qual for, na história só nos deparamos com a xenofobia, o preconceito contra indivíduos de outra espécie (o tipo de coisa da qual você pode ser acusado se disser que tudo bem comer vacas, mas é errado comer cachorros. E me prendam... eu falo isso) Os argumentos usados contra os alienígenas na história são bastante semelhantes aos usados para discriminar negros, religiosos, pobres e homossexuais. A história também nos mostra que para moldar a opinião pública, tando para criar quanto para acabar com o preconceito, é necessário o lento e constante uso de uma Janela de Overton (Existe um livro com esse mesmo nome que usa uma história muito bacana para explicar o que é essa técnica), é complicado, pra não dizer impossível, mudar a opinião de um senhor de idade que cresceu em um ambiente onde negros ou homossexuais eram considerados sub-humanos, pelo menos não de forma abrupta... toda mudança necessita de preparação, para chegar ao cerne de um problema e resolvê-lo é preciso primeiramente "comer pelas beiradas" #Ficaadica.

Talvez te Interesse...

Nesta história conhecemos a Liga da Justiça da Terra, um grupo de heróis (com a maior pinta de vilões) formada exclusivamente por terráqueos que têm como objetivo a expulsão de todo alienígena da Terra.

A história foi originalmente publicada na revista Action Comics, dos números 858 a 862

Sinopse da edição:

  Respondendo a um urgente pedido de socorro, Superman viaja ao século 31 para salvar seus maiores amigos: a Legião dos Super-Heróis.
  Mas, nesse futuro, o legado do Homem de Aço foi distorcido e usado para iniciar um período de terror em que a Legião é considerada uma organização criminosa, uma guerra entre os Planetas Unidos e a Terra é iminente e as ações de "Manutenção da paz" da xenofóbica Liga da Justiça da Terra pioram as coisas cada vez mais...
  Para reolver a caótica situação, Superman terá de resgatar a Legião e, com a ajuda de seus integrantes mais valorosos, restabelecer sua interminável batalha pela justiça, pela verdade... e pelo modo de vida intergalático!

4 comentários:

  1. Legais esse cumpridores da lei. Chegaram a matar o "novo super herói"? Rs'
    Bom, eu posso dizer que me interessei e fluiu em mim a vontade de ler esses.. como você chamou? Encadernados? Não entendo nada, mas busco entender.
    Ah, tenho que dizer que estou cada vez mais amando ler os posts, está tão confortável tudo! RsRs Abçs

    http://gabryelfellipeealgo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, ele não chegou a ser super herói (não chegou nem a sair das fraldas)
      Que bom que te interessou, a intenção é essa :p
      Por que ninguém me falou antes que era desconfortável?
      Grande abraço carinha

      Excluir
    2. Não era desconfortável! Impossível com o conteúdo, ms agora está MUITO melhor! Rudi doidinho.

      Excluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...