quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

[Opinião] Cântico de Natal - Charles Dickens

Editora: Verbo

N° de Páginas: 92

Citação:

 A vida de cada homem prenuncia um certo fim que chegará irremediavelmente se o ser humano persevera no seu caminho [...] Mas quando esse ser se afasta desse tipo de vida, o fim muda certamente. Diz-me se aquilo que me vais mostrar é a realidade a que não se pode fugir, ou aquela que pode vir a suceder."




Opinião:
  Ah, Rudi, cadê a sinopse? Sério que você não sabe sobre o que é a história?
  Finalmente, FINALMENTE, consegui ler algo integral do Dickens, mesmo que tenha sido só um conto, pra quem não sabe é aquela história do Ebenezer Scrooge, que tem trocentas adaptações (incluindo a absurda, mas muito divertida, "Minhas Adoráveis Ex-Namoradas")
  Em primeiro lugar, não sei porque as linhas estão ficando tão separadas ¬¬' Mas voltando ao assunto previamente estabelecido: a narrativa do Dickens é incrível, mesmo não sendo a mais fácil, ela é gostosa de se ler, é aconchegante, mesmo não tendo quase nada do humor que vi em As Aventuras do Sr. Pickwick, essa história é mais reflexiva, totalmente previsível, mas mesmo assim não deixa de encantar, já que o melhor, e mais tocante da história é justamente a narrativa.
  A história traz várias mensagens, não só a mudança de vida pela qual Scrooge passa, mas o perdão liberado pelas pessoas que sofreram com sua antiga conduta, é tocante e alguns momentos e perturbador em outros, um conto lindo, que merece ser lido e relido sempre que possível.
"Scrooge semiergueu-se, mas deu de caras com o visitante sobrenatural que as havia puxado para trás, tão perto dele como eu estou de ti, leitor. E deves lembrar que, em espírito, estou mesmo ao teu lado."
  Em diversos momentos o autor conversa com o leitor, faz com que participemos da história tanto quanto ele, ele não está apenas contando uma história, está conversando conosco sobre um acontecimento, do qual nenhum de nós teria como ter presenciado, a menos que o próprio narrador fosse outro fantasma.
  Mas é isso minha gente, espero, realmente que tenham gostado, e me contem qual é a adaptação que mais gostam desse conto e se já leram o original ou qualquer coisa do Dickens, um feliz natal a todos "E tal como o pequeno Tim comentava: Deus nos abençoe, a todos!"

10 comentários:

  1. Deu foi medo do autor dizendo que tava do lado kkk e ainda mais em espírito kkkk
    SOS kkkkkkkkkk eu largava o livro correndo e já ia fazer as devidas orações todas ...
    Brinks kkkkkkkkk
    Gostei da opinião kk deu vontade de ler kk e olha que nem gosto muito de coisas antigas principalmente de 1843 kk
    Sou daqueles que deixam o passado no passado e bola pra frente kkkk mas as vezes clássicos valem a pena kk
    Gostei kk Abração
    ~ Matt the King ~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E lembrando que o autor já está morto a um bom tempo, ele só pode estar em espírito por aqui mesmo né...
      Existem clássicos muito bacanas, meus favoritos são, qualquer coisa do Dickens, O Chamado da Selva do Jack London, O Retrato de Dorian Gray do Oscar Wilde (leia a versão integral, tenho certeza que vai adorar) e O Grande Gatsby do F. Scott Fitzgerald (que também escreveu O Curioso Caso de Benjamin Button, que estou louco pra ler)

      Excluir
  2. Oi, Rudi! Não conhecia esse conto do Charles Dickens e também não vi nenhuma adaptação dele, mas fiquei bastante interessado em lê-lo, parece ser bem legal! Só que tem um porem: Assim como o Mateus, também fiquei com medo do autor dizendo que tava do nosso lado! kkkkkkk
    Adorei o post! Feliz natal, cara! :D

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério que nunca viu uma adaptação do conto? Nem aquela do Mickey? amanhã, ou hoje, provavelmente vai passar um monte delas...
      Mas leia o conto, eu também senti um arrepio na hora que o autor alegou estar presente mas o Dickens costuma fazer isso (não tão direto nem com essas palavras mas enfim...) então não me surpreendi... não tanto :p
      Feliz natal =D

      Excluir
  3. TchÊ, desconhecia autor, livro e demais obras do autor!
    E ao contrário dos guris, não fiquei com medo não!
    Afinal, vivo ou não, estamos no mundo do autor quando lemos um livro. ele está do nosso lado sim!
    Bjs d aLe
    Le Versos & Controvérsias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro Dickens, apesar de não ter lido muita coisa dele, li uma adaptação de David Copperfield (ainda quero ler a versão integral) e metade de As Aventuras do Sr. Pickwick

      (você me dá medo falando desse jeito)

      Excluir
  4. aaaaaaaaaaah! a que eu mais gosto é "Os fantasmas de Scrooge"!!! e todas as vezes em que ele diz "embuste". é um filme lindo e dali que comecei a me interessar por Dickens! li algumas obras do autor, mas não integralmente, mas tenho uma imensa vontade de ler "Grandes Esperanças" ♥♥♥
    ótima resenha de natal, rudi!

    ótimo 2015 pra mim e pra você! ótimo 2015 pra nós!
    gabryel fellipe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assisti Os Fantasmas de Scrooge pela primeira vez nesse natal, e também adorei, super fiel à história original, e tenho quase certeza que aquele Scrooge foi modelado inspirado na cara do Jim Carrey :p
      Quero muito ler Grandes Esperanças também, e também a versão integral de David Copperfield :3

      Excluir
  5. Esta é uma das minhas leituras atuais e estou gostando bastante, não só da história, mas também da escrita do Dickens. Não me lembro de ter assistido alguma adaptação desse livro, mas pretendo fazer isso depois que finalizá-lo. Feliz Natal! (um pouco atrasado hahaha) Beijos!

    http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já perdi a conta de quantas vezes vi adaptações diferentes desse conto, mas a única que me passou a mesma sensação do livro foi, como disse num outro cometário ali em cima, foi Os Fantasmas de Scrooge

      Excluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...