quarta-feira, 27 de maio de 2015

[Opinião] O Guia Do Mochileiro das Galáxias - Douglas Adams

Editora: >>Arqueiro>

N° de Páginas: 204

Citação:
Uma das coisas que Trillian achava mais difícil no seu relacionamento com Zaphod era saber quando ele estava fingindo ser burro só para desarmar as pessoas, quando estava fingindo ser burro porque estava com preguiça de pensar e queria que os outros fizessem isso por ele, quando estava fingindo ser terrivelmente burro para ocultar o fato de que não estava entendendo o que estava acontecendo e quando realmente era burrice mesmo."

Sinopse:
  Considerado um dos maiores clássicos da literatura de ficção científica, O Guia do Mochileiro das Galáxias vem encantando gerações de leitores ao redor do mundo com seu humor afiado.
  Este é o primeiro título da famosa série escrita por Douglas Adams, que conta as aventuras espaciais do inglês Arthur Dent e de seu amigo Ford Perfect.
  A dupla escapa da destruição da Terra pegando carona numa nave alienígena, graças aos conhecimentos de Perfect, um E.T. que vivia disfarçado de ator desempregado enquanto fazia pesquisa de campo para a nova edição do Guia do Mochileiro das Galáxias, o melhor guia de viagens interplanetário.
  Mestre da sátira, Douglas Adams cria personagens inesquecíveis e situações mirabolantes para debochar da burocracia, dos políticos, da "alta cultura" e de diversas instituições atuais. Seu livro, que trata em última instância da busca do sentido da vida, não só diverte como também faz pensar.

Opinião:
  Antes de mais nada, muito obrigado Michelly, por falar que esse livro é a minha cara, estou grandemente lisonjeado :3
  Já faz um tempinho que tinha esse livro, uns 3 meses, se não me engano, e estava lá... parado... debaixo de Cem Anos de Solidão, que também está lá... parado... debaixo de... ah, isso vai muito longe, deixa pra lá! - Então chegou o dia 25 de maio, e fiquei sabendo que além de ser o dia do Orgulho Nerd é também o #DiadaToalha, e resolvi e resolvi entender o porquê de ser "dia da toalha" e aproveitar pra conhecer melhor a "bíblia nerd".
  Sabe quando você tem grandes expectativas para um livro mas ele não te decepciona? Pelo contrário, ele vai além de tudo o que você esperava? Pois é, esse é um dos raros casos...
  Eu sabia que tinha um quezinho de ficção científica e de comédia, mas achava que era algo mais escrachado, com piadas bestas e sem referência nenhuma, ledo engano.
  O autor usa a destruição da Terra e as viagens espaciais do personagem para criticar diversas coisas do nosso cotidiano, falando do poder aparente dos políticos, da burocracia que se mostra presente em todo e qualquer projeto, e da enganação do homem comum.
  O livro ainda trata sobre o Sentido da Vida, o tão procurado sentido da vida, trazendo a resposta para a grande pergunta sobre A Vida, O Universo e Tudo Mais... mas não a pergunta (sacada de mestre Adams).
  Mostrando as relações humanas entre os personagens (que em sua maioria nem são humanos) o autor mostra que nunca agradaremos a todos, temos dois robôs odiados na história, um por ser maníaco-depressivo (melhor personagem do livro) e outro por ser incrivelmente simpático e solícito...
  Uma obra maravilhosa que nos faz refletir sobre os mais variados temas além de nos arrancar boas risadas com situações absurdas e um humor altamente refinado.


PS: Não consigo tirar da cabeça que Ford Prefect é um macaco (um pequeno planeta perto de Betelgeuse? Alguém aí leu O Planeta dos Macacos?)
PS²: O título dos outros livros da "trilogia" fazem muito mais sentido agora
PS³: Eu sei que ele não liga muito pra quão absurdo ou improvável é o acontecimento (mas as coisas improváveis são muito bem explicadas), isso não torna o livro menos genial...

10 comentários:

  1. Eu sempre vejo esse livro e até a série toda em promoção e sempre passa batido!
    E ainda não estou com vontade de Ler mesmo sua resenha sendo 100% positiva.
    Sei lá, não rolou quimica entre o livro e eu! euheueheu
    Bjs da LE
    Le Versos & Controvérsias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. P.S. O Le Versos & Controvérsias vai estar fora do ar essa semana, mas eu continuarei por aqui bjs

      Excluir
  2. Oi, Rudi! Tudo bem? Esse livro anda me perseguindo ultimamente, em todo lugar que eu vou há uma resenha sobre ele! rsrs Acho que isso é um sinal para mim lê-lo! E algo me diz que vou gostar bastante dele... Então espero ler ele em breve! :) Acho bem legal isso do autor usar as situações fora do normal para criticar coisas do nosso cotidiano... Adoro livros que tenham críticas e provoquem uma reflexão em quem está lendo! Adorei a resenha! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obriado Tony,
      Também acho que você deveria ler ele mesmo, é ficção científica das melhores, e ainda tem comédia ^^

      Excluir
  3. Oi Rudí!!!!
    Feliz dia da toalha para vc! Eu to doida para ler essa série, meu irmão é fã então, eu meio que sei o enredo, e assisti ao filme também e gostei, mas ler e ler, vou logo apostar! Parabéns pela resenha! Beijos
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2015/05/resenha-primeiro-e-unico-emily-giffin.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado!!!
      Eu ainda não assisti ao filme, mas espero fazer isso logo

      Excluir
  4. Oii Rudi!
    Quando vc me disse que tinha gostado de eu ter achado o Guia a sua cara, fiquei na dúvida se era ironia ou não. E é justamente por nunca saber se você tá falando sério que eu acho que Douglas escreveu seus livros pensando em você! Além de serem livros e eu te acho inteligente (e isso é um baita elogio, hein?!) kkkkkkk... Esse ano vou reler a série para resenhá-la lá no blog, já estou ansiosa!

    http://maisumapaginalivros.blogspot.com.br/
    Mais Uma Página

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dessa vez era sério Milly!!!
      Me sinto absurdamente supervalorizado quando alguém fala isso :p

      Excluir
  5. Hey Man ^^ Tudo bom?
    Cara, minha experiência com esse livro não foi nada boa. Foi o livro com o qual bati meu recorde de cochilos durante a leitura kkkkk A leitura simplesmente não fluía. Achei a linguagem bem chata, algumas coisas muito sem noção. Mas apesar de tudo, consegui perceber a genialidade de Douglas Adams, principalmente nas sátiras geniais que o livro faz. Acho que não o li em um bom momento, talvez algum dia eu tente outra vez e, quem sabe, eu não consiga ler a série inteira? kk
    Um abraço
    Oficina do Leitor / Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkk,
      Eu gostei, achei ele bem fluido, mesmo nas partes técnicas...
      Acho realmente que o problema foi você :p
      Eu te aconselho a tentar de novo, acredito que acabará gostando!

      Excluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...