quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Lidos em Agosto de 2015

  Oi meu povo, tá que, tecnicamente, hoje não é dia 1°, mas mesmo assim venho hoje mostrar o que li no mês passado. Como vocês sabem meu tempo anda meio limitado e minha atenção para me ater a um único livro anda mais limitada ainda, o que me levou a conversar com o pessoal da Novo Conceito e chegamos a conclusão de que não é uma boa época para que eu tenha uma parceria produtiva para ambos os lados.
  Isso também me ajudou a perceber (momento aceitação) que posso sobreviver lendo apenas 3 livros por mês, o que importa é ler por prazer. Com desabafo e desculpas esdrúxulas devidamente registrados vamos às leituras.

Livros

  Como já falei nas leituras da maratona, li Liberdade Crônica, da Martha Medeiros, terminei ele no dia 03, o último dia da maratona, para ler minha opinião sobre ele (e os seguintes) é só clicar na foto.

  Depois fui presenteado com a maior surpresa do mês, e um dos melhores que li na vida, Sono foi meu primeiro contato com o autor japonês Haruki Murakami, e ele facilmente se alçou à lista de autores dos quais quero ler tudo que publicarem, o livro, que na verdade é um conto, é a imagem da genialidade, que se for lido de forma superficial será taxado como o livro mais sem noção do mundo. Mas quando você absorve tudo você percebe que é simplesmente incrível.


  Depois li meu primeiro livro de Doctor Who, o Mortalha da Lamentação, escrito pelo Tommy Donbavand, que apesar de retratar muito bem a essência da série e a personalidade do Décimo Primeiro Doutor ele se perdeu um pouco quando começou a colocar muita palhaçada na história, dando a ela um desfecho um tanto quanto absurdo demais, apesar disso eu gostei bastante do livro, e fiquei totalmente viciado na série, mas infelizmente não consigo assistir muito, de novo a questão do tempo.

Quadrinhos

  Na parte de quadrinhos comecei o mês lendo a mensal dos X-men, pra variar. E essa capa está quase tão incrível quanto a história, aqui vemos o que parece ser a derrota definitiva da irmandade de mutantes do futuro... mas talvez não seja bem isso, além de vermos o impossível, X23 está amando... e vocês jamais adivinharão quem, a não ser que leiam e ainda a inevitável briga entre Emma Frost e Jean Grey, que termina da forma mais inesperada possível, e a história do Ciclope náufrago no planeta estranho com seu pai beira a emocionante.

    Então li o volume 36 do mix do Lanterna Verde, que mostra a Tropa se recuperando da infâmia espalhada pelos durlanianos, por falar em durlanianos, Jhon Stewart  finalmente encontra Fatalidade, mas nem tudo sai como planejado, e a história do Sinestro continua incrível, só não entendo como o Parallax pode ainda existir, pelo que me lembro ele deixou de existir junto às outras entidades quando todas (exceto o Carniceiro) se sacrificaram para encher o reservatório...

  Logo depois peguei o número 36 da revista da Liga da Justiça e, desculpa Jeff Lemire, mas parei com você, já disse isso e volto a dizer, Liga da Justiça Unida é um imenso desperdício de impressão além de um grande exemplo de como não aproveitar personagens bacanas, vou continuar comprando o mix por causa das histórias da Liga normal e dos Jovens Titãs que estão cada vez melhores.

  Depois disso resolvi pegar Thunderbolts: Fé em Monstros e achei espetacular, é uma ótima resposta aos acontecimentos da Guerra Civil e daria um ótimo filme, além da arte excepcional do Mike Deodato Junior.

  Depois já engatei em outro encadernado da coleção da Salvat, Dinastia M é uma história que queria ler ha muitos anos, até comecei a ler "por meios não tão legais" como diria o Gabriel Gnam, mas decidi que queria ler em formato físico mesmo, ter uma edição dessa história, aproveitando pra frisar que foi um baita vacilo da Salvat não publicar Complexo de Messias nessa coleção. A proposito, ressuscitei o "Enquadrando" para falar desse encadernado, clica na foto pra ler (foi feito meio na corrida, desculpa).

  Então peguei o volume 003 de Vingadores: Os Heróis Mais Poderoso da Terra e gente... esse negócio é incrível, a história do Homem de Ferro finalmente ficou bacana de verdade, em contra-partida a do Loki foi a mais fraca que li até agora, continua sendo uma das melhores mas é basicamente um conto de origem de um novo inimigo, e apesar de ser legal não foi tão divertida como as outras, por falar em divertida: Vingadores Secretos está espetacular, a arte não é das melhores mas combina muito bem com o estilo descontraído e por vezes cômico do roteiro, com falas como a da Viúva-Negra "Já matei gente lá. É legal." Cada personagem (Nick Fury, Phil Coulson, Mulher-Aranha, Maria Hill, Gavião Arqueiro, Modoc e a própria Viúva Negra) dá um show a parte, e todos se juntam para nos presentear com o melhor entretenimento que mistura ação e uma comédia bastante refinada. A história do Hulk não é tão espetacular quanto as outras mas mesmo assim vale muito a pena, o mesmo acontece com a do Thor que é bem melhor que a do Hulk (e eu não vou muito com a cara do personagem) mas está longe de ser a melhor do mix (mas mesmo assim é infinitamente melhor do que a da Liga da Justiça Unida) e nesse volume temos ainda a "estréia" de Mundo de Vingadores que estava saindo no mix "Os Vingadores" não é o começo de uma história, já pegamos o bonde andando e somos jogados no meio de um arco, o que não nos impede de nos encantar com o roteiro impecável e a arte incrível, fiquei ainda mais curioso quanto ao Hipérion, ele é um personagem muito interessante mas vou precisar pesquisar, pois há muito tempo li uma história dos Thunderbolts onde ele era um dos criminosos que compunha a equipe, e aqui ele é retratado de forma bem diferente do que era lá. Enfim, tudo isso para falar que esse está sendo o melhor mix que acompanho atualmente.

  E encerrei o mês lendo o volume 13 de Btooom! e gente, esse é um mangá que está melhor a cada volume, depois do "fracasso" do plano do Ryota executado, ou frustrado, melhor dizendo,  no volume anterior ele se encontra sozinho, sem a Himiko e o Nobutaka, em uma praia, e acaba indo parar com um novo grupo de jogadores que assim como ele não têm a menor intenção de sair matando todo mundo, ou será que isso é só fachada? Conhecemos personagens incríveis e misteriosos, e o autor consegue apresentá-los de forma rápida e bem feita, sabemos o que precisamos saber sobre cada um deles com poucas palavras e algumas ações, um toque de gênio senhor Inoue.

  E foi isso meu povo, já leram algum dos livros ou dos quadrinhos que li esse mês? E o que vocês leram esse mês? Me contem nos comentários ;)

10 comentários:

  1. Como adoro quadrinhos e HQs, fiquei babando nos que você leu. Quero todos. rs
    Dentre os livros, o que mais quero ler é Doctor Who.
    Excelentes leituras você fez em agosto.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de setembro. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  2. Quando venho aqui ler seus posts resumos de lidos no mês que antecede, já sei que vou me envergonhar! Você lê muito.
    Embora agora esteja com o tempo meio limitado e até teve uma conversinha com a NC, ler três livros ainda assim está me causando um certo palpitar de vergonha por eu ultimamente ler um ou nenhum por mês.

    Quanto aos livros, Doctor Who é um grande desejo meu! Estou com um certo interesse ao livro da Haruki, desde sua resenha, e agora posso ler um livro da Martha, porque alguém me enviou - sabe!!!

    Queria ter esse mesma empolgação pra ler HQs

    http://gabryelfellipeealgo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkk
      Doctor Who é incrível, e Sono beira a perfeição...
      Espero que goste da Martha tanto quanto eu ;)

      Excluir
  3. Oi, Rudi! Tudo bem?
    Quero ler Sono. Fiquei interessado nesse livro agora.
    Você leu bastante esse mes, hein? haha'
    Abraço
    mundoemcartas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Então, tenho muita vontadeono, de ler Sono já li ótimas resenhas sobre ele!
    Abraços,
    Seja bem vindo ao meu blog: http://meusdespropositos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ele merece tudo que falarem de bom sobre, e essa edição da Alfaguara está incrível

      Excluir
  5. Oi, Rudi! Tudo bem? Como já li as suas resenhas dos livros, vamos para os quadrinhos: Essa capa do mensal de X-Men é mesmo muito linda, mas sinceramente... Odeio histórias que se passem no futuro! ¬¬ Gente, olha a Legião dos Super Heróis! Eu adoro eles! <3 Ah, e quais são as hqs de Os Jovens Titãs que você tá lendo? Eu tô lendo as novas, mas não tô gostando muito...

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/2015/08/resenha-premiada-johnny-bleas-um-novo.html <- Tá rolando promoção do livro "Johnny Bleas - Um Novo Mundo" lá no blog! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tony,
      a história não se passa no futuro, a Irmandade de Mutantes do futuro é que vem para o presente, assim como a Legião dos Super Heróis, que aparece na Liga da Justiça Unida e é mais uma prova de que esse título só serve pra desvalorizar personagens.
      Estou lendo as que saem na revista da Liga, logo que começaram Os Novos 52 eu li uma que saiu na revista Novos Titãs e também foi difícil de concluir

      Excluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...