domingo, 13 de setembro de 2015

[Marca Texto] A Menina Submersa - Caitlín R. Kiernan

  Oi meu povo, hoje venho com um trecho de um livro que estou lendo já a muito tempo e se me concederem a graça de me permitirem permanecer em casa nesse domingo acredito que termino.



"Observamos as pessoas com os laptops e os iPhones. Não vi muita gente conversando nem mesmo lendo livros ou jornais. Quase todos estavam absorvidos demais por seus dispositivos para falar com outra pessoa. Fiquei me perguntando se eles chegavam a perceber alguma coisa que acontecia em volta deles. Pensei que deve ser muito estranho viver assim. Talvez não seja diferente de ter o nariz sempre metido num livro, mas pra mim parece diferente. Por alguma razão, parece mais frio, mais distante."





  Antes de comentar quero colocar uma foto e um vídeo que complementam o que quero discutir com esse trecho:
   Definitivamente não sou a pessoa mais indicada pra falar sobre isso, já que meu convívio social não é um exemplo pra ninguém mas é um fato que a internet móvel está matando a interação entre as pessoas, não sou muito de conversar mas se vou conversar com alguém espero que essa pessoa olhe para mim e não fique olhando para o celular.
  É claro que os smartphones, iPhones e sei lá mais o que facilitam bastante nossa vida, inclusive (principalmente) a comunicação com quem está longe, mas está destruindo a habilidade das pessoas de se comunicarem com quem está bem na sua frente, li em algum lugar certa vez a frase: "A comunicação se tronou tão fácil que ninguém se comunicava mais" e essa é a realidade da maioria nos dias de hoje.

  Acabei de lembrar de outro vídeo :p

  E então meu povo? Sei que é meio contraditório falar sobre problemas de interação social em um blog com essa nomenclatura, além do fato de usar a internet para criticar a internet, mas qual a opinião de vocês? Comenta aí ↓↓↓↓

8 comentários:

  1. Oi, Rudi! Tudo bem? Adorei o marca texto e a sua reflexão, mas isso é algo que eu acho meio complicado falar... Tipo, eu faço tudo isso que foi relatado no trecho do livro! hahaha É sempre assim: ou eu estou nos livros, ou no computador, ou no celular. E por mais que seja algo "solitário" é algo que me deixa até feliz. Eu já tentei sair, ir a lugares e tal... Mas a sensação que é tenho é a de que não me encaixo nesses lugares, sabe? Meio que o meu mundo é esse e pronto. Mas não pense que é só o que faço, tá? haha Quando rola uma oportunidade de ficar com os meus amigos do mundo real eu fico e gosto muito, ok? rsrsrs Mas enfim, adorei o texto! Gosto bastante das tuas divagações, carinha! :)

    PS: Te indiquei em uma tag lá no blog! ;)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/2015/08/resenha-premiada-johnny-bleas-um-novo.html <- Tá rolando promoção do livro "Johnny Bleas - Um Novo Mundo" lá no blog! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É exatamente esse o problema Tony, essa sensação de "deslocamento" é causada justamente pela "facilidade" da interação pelos meios digitais, além da segurança, querendo ou não é mais fácil fazer com que a pessoa pense o que você quer que ela pense que você está pensando se não estiver em uma conversa olho no olho.
      É complicado você conhecer realmente a personalidade de uma pessoa conversando com ela somente através de textos, eu tento ser o mais transparente possível, quem me conhece pessoalmente disse que leu o blog e que dá pra ver que sou eu que estou falando, não tenho muito filtro, e raramente penso enquanto estou escrevendo, assim como quando falo :p
      Mas o que me garante que as outras pessoas também estão sendo elas mesmas através de seus textos, algumas pessoas demonstram sinceridade mesmo através do texto, mas nem isso pode transmitir muita segurança, bons escritores podem nos fazer sentir o que bem entenderem, como leitores sabemos bem disso.

      Sim, eu sou meio paranoico, fazer o que?!

      Excluir
  2. hey adorei o post, concordo c vc em tudo que disse, adorei o video do friends suahasuh o do grupo de apoio ja tinha visto sauhsau.,. to querendo mt ler o livro
    tonsdeleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O melhor do vídeo do Friends é que eles parecem totalmente revoltados quando, por algum motivo, desviam a atenção do celular, mesmo por um momento.
      Leia o livro e depois me conta se gostou, porque eu ainda não sei o que achei :p

      Excluir
  3. Oi, Rudi!
    Você está certíssimo!
    Estamos tão conectados a esse vasto mundo virtual que esquecemos de viver nossas vidas e nos cercar das pessoas que nos amam.
    Já viu o vídeo "Can We Auto-Correct Humanity?"? Ele fala exatamente sobre isso.
    Deixo aqui o link:

    https://www.youtube.com/watch?v=fQTc6nrL0pc

    Beijos!

    www.oblogdasan.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Sandra, é como o cara do vídeo falou (a propósito, ainda não tinha visto, adorei) Nossos amigos não são as pessoas com quem conversamos, são o computador e o celular

      Excluir
  4. Oii Rudi!
    Concordo quando você diz que a internet móvel facilita a vida de quem está longe, mas também concordo que há um exagero hoje em dia. E é uma coisa tão natural ficar com o nariz metido no celular hoje em dia que às vezes eu mesma me pego fazendo isso no meio de uma roda de amigos. Temos mesmo que ser vigilantes quanto a isso...

    http://maisumapaginalivros.blogspot.com.br/2015/08/promocao-vamos-colorir.html
    Mais Uma Página - tem promoção no blog, passa lá!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A verdade é que costumamos ter mais assunto com quem está longe do que com quem está ao nosso lado aí quando vamos conversar pessoalmente recorremos ao celular em busca de assunto: "Ah, viu esse vídeo?" É tipo o vídeo do grupo de apoio

      Excluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...