domingo, 3 de julho de 2016

Lidos em Junho de 2016

   Oi povo, hoje vim mostrar o que eu li no mês de junho (duvido que alguém suspeitou disso quando viu o título)
  Hoje separaremos em livros, quadrinhos (que também englobará mangás) e contos, já que aderi ao projeto Leia Mais Contos (percebeu a nova guia - PLMC - ali em cima?)
  Para ler minha opinião sobre os livros, basta clicar nas fotos deles, se houver postagem especifica sobre você será redirecionado, os nomes dos livros/contos(ou suas coletâneas)/quadrinhos estará linkado com a página de compra do mesmo no dite da Amazon, lembrando que se você comprar algo por esses links você estará ajudando o blog, recebo uma pequena comissão quando algo é comprado na loja através dos links que posto.
  Sem mais delongas, vamos aos livros:

Livros

  Li apenas quatro livros esse mês, e um deles já estava bem adiantado, e o outro era extremamente curto, o extremamente curto foi o Sejamos todos feministas, da Chimamanda Ngozi Adichie. Se dúvida o livro merece o destaque que vem recebendo, ela trata de um assunto onde muitos ainda têm receio em falar, ou acreditam que não é preciso abordar, o livro pode ser curto, mas tem um peso e importância insustentável.

  Depois finalmente li As Esganadas que ganhei a mais de um ano. O livro é muito bom, mas foi se tornando cansativo com o decorrer da leitura e acabei me arrastando bastante... não cheguei a me decepcionar, mas esperava ter gostado muito mais.

  Agora, o que realmente me decepcionou foi 2001: Uma Odisseia no Espaço. O livro é lento, enfadonho e tem o final mais ridículo que eu já vi em qualquer coisa. Decepção total.

  Com certeza uma das melhores leituras que fiz esse ano foi O Deserto dos Meus Olhos (e-book/livro físico), não vou falar muito dele porque, provavelmente o próximo post será minha opinião sobre esse livro maravilhoso.

Contos

  Aqui não tenho fotos para colocar, mas enfim:
  Li A Incursão do Liev Tolstói (sobre o qual já falei aqui), e o fato é que tenho pensado bastante nesse conto, não acho que o que escrevi sobre ele passe nem metade do que eu queria transmitir. É um conto sobre pacifismo, de certa forma. É um conto que ainda hoje, quase um mês depois da leitura, ainda fala muito comigo.
  Sobre os próximos não vou falar muito pois terão postagem específica:
  Li A Rouxinol e a Rosa, do Oscar Wilde, confesso que mais por causa d'O Deserto dos Meus Olhos do que qualquer outra coisa. Adorei.
  E por último também li O Homem que era só Metade, do Valter Hugo Mãe. Não é a melhor coisa do mundo, mas fiquei interessado no trabalho do autor.

Quadrinhos

  O primeiro quadrinho que li esse mês foi Superman. O que Aconteceu ao Homem de Aço? É um quadrinho antigo, razoavelmente. É como se fosse a última história do Superman, e confesso que me surpreendeu. Nunca duvidei do talento do Alan Moore (embora não seja tão fã dele como a maioria adoro V de Vingança). Super recomendo, mesmo que você não tenha um conhecimento profundo do personagem (eu não tenho). É uma história (estou falando da principal, existem mais uma ou duas histórias no encadernado que são boas também, mas são ofuscadas pela principal) comovente, até... acho inclusive que vou fazer um "Enquadrando" sobre ele.

  Li também o volume 31 da mensal dos X-men, onde começamos com uma história que estava sendo contada na mensal dos Guardiões da Galáxia, e eu não acompanho Guardiões da Galáxia... odeio quando fazes isso dona Panini... mas eu consegui me situar bem o suficiente com o resumo no início. Mas a edição vale mais pelo suposto treinamento de Jean proposto por Emma Frost e o início de uma improvável amizade.

  Logo em seguida li o volume 44 da mensal da Liga da Justiça (destaque para essa capa lindíssima) onde acompanhamos a chegada do Antimonitor à terra para travar sua luta contra Darkside e também continuamos acompanhando o Senhor Milagre em busca pela amazona mãe da filha de Darkside. A história termina de uma forma que... cadê a próxima edição????? A história dos Novos Titãs está frenética. Uma grande guerra civil divide a equipe, alguns a favor do Superboy, outros contra e mais alguns que nem sabemos qual é a verdadeira intenção. Voltei  ler a Liga da Justiça Unida e essa edição me lembrou bastante o Homem Animal do Jeff Lemire, ou seja, é muito bom, tomara que mantenha o nível.

  Li o segundo volume de One-Punch Man. Acho que é ainda melhor que o primeiro volume a história não teve grandes avanços e as revelações são mais cômicas do que qualquer outra coisa. O trabalho da editora está impecável e adorei o fato de o segundo volume também ter vindo com um marca páginas.

  Estou relendo Bakuman, se é que posso chamar de releitura. Graças a Amazon consegui completar minha coleção e ler direitinho. Comecei mês passado relendo o primeiro e esse mês li o segundo, que foi um dos que comprei para completar a coleção... Aqui a história já não é tão introdutória e os protagonistas já começam a trabalhar, de verdade, ficamos conhecendo um pouco o funcionamento do meio editorial e a concorrência que existe não apenas entre os autores mas também entre editores.

  E foi isso meu povo...

  Esse mês termos postagem nas quartas e domingos... vou participar da maratona literária de inverno do Victor Almeida, então vou deixar umas postagens prontas... inclusive um (se tudo der certo) vídeo com o que pretendo ler na maratona.
  e vocês? o que leram em junho? Vão participar da maratona? Me contem aí nos comentários...


2 comentários:

  1. Oi, Rudi! Tudo bem? Sejamos Todos Feministas é muito bom, né? Adorei o "livro"! E olha só, eu quase que comprava esse encadernado do Superman, mas acabei desistindo... Agora acho que vou comprá-lo! Adorei o post! <3

    Abraço

    https://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...