terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

[Opinião] Deus Não Abandona - Vanda Amorim

Compre pela Amazon e ajude a manter o blog
Editora: Globo

N° de Páginas: 254

Quote:
A humilhação pela qual passava quase todas as noites era tão intensa que o impedia de buscar socorro, por isso vivia trancafiado em seu mundinho de tortura e sofrimento."

Sinopse:
  Vanda Amorim consegue algo raro neste novo romance: contar uma comovente história de amor, ação e suspense e manter o leitor, até o fim, atento para o desfecho de intrincada trama. Aqui vamos conhecer os destinos de Norah e Ollavo, duramente separados após o rapto de seu filho, Lorenzo, aos dois anos de idade. E também poderemos refletir sobre o valor da amizade através da relação de Norah com Beatrice. 
  Mas este romance é atual principalmente por enfrentar com destemor um dos temas mais complexos da contemporaneidade: a perversão afetiva e sexual. Seus personagens são claros, traçados com a precisão de quem conhece a alma humana em todas as suas formas, das mais rudezas mais delicadas. Pois é exatamente disso que a autora trata: a possibilidade de a delicadeza vencer a brutalidade, de a verdade e a fé sobrepujarem a inveja, a mentira e a falsidade.

Opinião:
  Depois de sete anos com esse livro na estante finalmente peguei para ler... percebi que não havia necessidade de tê-lo comprado...
  A história aborta temas complexos e, teoricamente, profundos, mas a escrita da autora não convence e faz tudo parecer forçado e irreal.
  Começamos o livro acompanhando Norah, uma garotinha perfeita em sua batalhada vida que consegue se tornar médica. Quando está noiva de outro médico conhece Ollavo e se apaixona por ele, mas não começa nenhum envolvimento e em seu casamento o rapaz aparece e deixa transparecer o quanto está triste por perdê-la, pouco tempo depois Norah engravida e seu marido morre em um acidente suspeito, tanto Norah quanto Ollavo começam a buscar respostas sobre o acidente e acabam se aproximando e se casando, quando o bebê nasce Ollavo explode de felicidade e o registra como se fosse seu filho, mas o menino acaba desaparecendo, e entre buscas e desespero o casal acaba se distanciando devido às suspeitas de Norah.
  Também acompanhamos a história de uma mãe que abandona uma criança e as agruras de revirar o estômago pelas quais ela passa.
  A história é extremamente previsível então todas as supostas surpresas que são reveladas no decorrer da história não surpreendem o leitor, a autora não descreve de forma convincente as emoções dos personagens, nem as situações o que torna tudo mecânico e truncado.
  O enredo em si é razoavelmente interessante e trata de temas importantes, mas o livro traz tudo de forma rasa e nada envolvente, é um livro curto mas que demora para passar por ser mecanizado e dificultar muito a leitura, nem um pouco fluida.
  Em suma, não diria que é uma perda de tempo, mas com certeza não é a melhor forma de usá-lo. A nota dois é mais por não ter passado raiva, acho que o principal problema, como já falei, foi a forma como autora escreve.


2 comentários:

  1. Oi Rudi, eu me divirto lendo seus comentários sobre as leituras...

    "não diria que é uma perda de tempo, mas com certeza não é a melhor forma de usá-lo." kkkk

    Nunca tinha ouvido falar desse livro... me admira ter sido publicado por uma editora "grande", a autora deve ser alguém importante.

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkk
      Então, não sei se a autora tem contatos dentro da Globo, mas esse foi o segundo livro que ela escreveu, o primeiro é um chamado Crocodilo Sonhador, que não faço ideia de sobre o que se trata e não tenho intenção de ler

      Excluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...