segunda-feira, 19 de março de 2018

[PLMC] A Princesa do Nebrasca - Yiyun Li




  Esse é mais um conto presente no livro Tempo De Boas Preces, essa maravilhosa coletânea onde as histórias podem não ser grande coisa, mas são escritas de forma incrível.







  Aqui temos a conturbada história de Sasha, que vai da China aos Estados Unidos, grávida, para encontrar Boshen, um homem com seus quarenta e tantos anos. Mas essa não é apenas a história de Sasha, tampouco a história de Boshen, mas a história de como Yang interliga a vida desses outros dois personagens.





"Segundo nossos mestres, as verdadeiras artes nunca morrem. As verdadeiras artes têm a ver com o ato de lembrar."









    Boshen é assumidamente homossexual, e foi apaixonado por Yang, vinte anos mais jovem, e por certo tempo atuou como seu protetor.
  Yang é desumanamente belo, um rosto de deixar qualquer candidato a mister preocupado, mas profundamente melancólico e deprimido, por acasos da vida acaba se tornando garoto de programa.
  Sasha é uma moça que esbanja energia e força vital, e ao conhecer Yang exerce certo fascínio no rapaz por não ter se encantado automaticamente por ele, como sempre acontece.

   O conto se segue mostrando o surgimento natural e gradativo de sentimentos complexos entre personagens e como sempre é possível mudar de ideia.
  Outro ponto de reflexão que o conto expõe, e a meu ver é o maior foco da história. É o problema da objetificação de seres humanos, quando uma pessoa tem uma beleza acima da média logo é como se ninguém tivesse qualquer interesse em sua inteligência ou qualquer talento que possua. Tenho dois amigos Misters, misteres... qual é o plural de mister? Enfim, eles (principalmente o que está detendo o título atualmente) me falam o quanto são predados devido a aparência. O conto expõe bem quão profundas podem ser as feridas causadas por esse tipo de atitude.
  Esse, talvez, seja meu conto favorito do livro, mas uma das coisas que mais gosto nas narrativas da Yiyun é que suas histórias ficam conosco por muito tempo, nos incomodando e fazendo pensar em como as situações expostas por ela são relevantes e muitas vezes agimos mal com os que nos cercam sem nem mesmo perceber.


Nenhum comentário:

Postar um comentário



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...