quinta-feira, 25 de julho de 2013

[Opinião] Um Mundo Brilhante - T. Greenwood


Editora: Novo Conceito
N° de páginas: 336
citação:
"Sou apegada às minhas memórias. São a única coisa que realmente me pertencem."
Sinopse:
  Quando o professor Ben Bailey sai de casa para pegar o jornal e apreciar a primeira neve do ano, ele encontra um jovem caído e testemunha os últimos instantes da sua vida. Ao conhecer a irmã do rapaz, Ben se convence que ele foi vítima de um crime de ódio e se propõe a ajudá-la a provar que se tratou de um assassinato.
  Sem perceber, Ben inicia uma jornada que o leva a descobrir quem realmente é, e o que deseja da vida. Seu futuro, cuidadosamente traçado, torna-se incerto, pois ele passa a questionar tudo a sua volta, desde o emprego como professor de história até o relacionamento com sua noiva. Quando a conheceu, Ben tinha ficado impressionado com seu otimismo e sua autoconfiança. Com o tempo, porém, ela apenas reforça nele a sensação de solidão que o fazia relembrar sua infância.
  Essa procura pelas respostas o deixará dividido entre a responsabilidade e a felicidade, entre seu futuro há muito planejado e as escolhas que podem libertá-lo da delicada teia de mentiras que ele construiu.

Opinião:
 Pra começar, queria dizer que não concordo com a sinopse... ele não tinha um futuro cuidadosamente traçado e nem há muito planejado.... ele tinha sim uma noiva habilmente enrolada...
   Já vi algumas pessoas, duas na verdade, falando sobre esse livro na internet, e todas (as duas) disseram que ele era chatinho, que não tinham gostado e tals... Não concordo com elas também, gostei bastante da história e recomendo pra todo mundo.
  Na minha opinião ele não tem nenhum personagem apaixonante, tem, no lugar disso, personagens muito FDP (perdão pelo linguajar) que dão vontade de bater a cabeça deles na parede até estourar... o ta do Ben principalmente.
  O Fina dele é mais ou menos como eu esperava, não foi previsível, tenho certeza que muita gente se surpreendo com ele... inclusive acho que a autora (↓↓↓) estava meio deprimida na última estrofe...
 
  Eu já tinha visto esse livro a quase um ano em uma livraria da minha antiga cidade, mas nem a capa bonita dele, que é realmente muito bonita com todos os seus brilhos auto-relevos e tals, bem a sinopse tinham me convencido a comprar, aí vi ele aqui numa livraria, razoavelmente perto, da minha casa e resolvi comprar.
  E realmente não me arrependo da aquisição, muito bom o livro, odiei o filho da mãe do protagonista mas adorei a história...


Nenhum comentário:

Postar um comentário



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...