sexta-feira, 1 de novembro de 2013

[Opinião] O Futuro da Humanidade - Agusto Cury


Editora:Arqueiro
N° de páginas:251
Citação:Escolha qualquer uma dessas
Sinopse:
  O Futuro da Humanidade conta a trajetória de Marco Polo, um jovem estudante de medicina de espírito livre e aventureiro como o do navegador veneziano do século XIII, em quem seu pai se inspirou ao escolher seu nome. Ao entrar na faculdade cheio de sonhos e expectativas, Marco Polo se vê diante de uma realidade dura e fria: a falta de respeito e sensibilidade dos professores em relação aos pacientes com transtornos psíquicos, que são marginalizados e tratados como se não tivessem identidade. Indignado, o jovem desafia profissionais de renome internacional para provar que os pacientes com problemas psiquiátricos merecem mais atenção, respeito e dedicação – e menos remédios. Acreditando na força do diálogo e da psicologia, ele acaba causando uma verdadeira revolução nas mentes e nos corações das pessoas com quem convive. Uma história de esperança e de luta contra as injustiças, este livro é a saga de um desbravador de sonhos, de um poeta da vida, de um homem disposto a correr todos os riscos em nome daquilo que ama e acredita.


Opinião:
  Eu sempre digo que gosto de ler Augusto Cury porque assim me sinto mais inteligente, e esse livro não decepcionou, pelo menos não totalmente, ele tem um início e um fim muito bons... mas depois da páginas 100 e alguma coisa, ele fica meio enfadonho, ele repete muita coisa que falou nos outros livro dele que eu li, mas no caso, por esse ser o primeiro romance dele, ele repetiu nos outros.
  Uma coisa que eu acho interessante é que os protagonistas de seus romances são sempre xarás de grandes ícones da história ou da literatura, ex: O Vendedor do Sonhos~~> Júlio César ; O Colecionador de Lágrimas~~> Júlio Verne; O Futuro da Humanidade~~> Marco Polo.
  O final é muito bom, eu vou colocá-lo aqui, é um parágrafo aleatório (o que está antes do que vem antes do antepenúltimo) e não é spoiler... "Não foi um final feliz, foi uma vírgula feliz, pois esta história, assim como a vida, não tem um ponto final, é um eterno recomeço. A felicidade teria de continuar a ser reconstruída, pois ainda chorariam, atravessariam perdas, desafios, ansiedades e incompreensões."
  Eu dei quatro estrelas a ele por causa do meio da história, onde cada capítulo parecia uma história completa, e depois teve a palestra que foi uma parte bem chatinha... mas eu recomendo a todos os fãs do Dr. gugu Cury ^^

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...