sábado, 16 de novembro de 2013

SEN: [Opinião]As Crônicas de Nárnia - C. S. Lewis

Editora: WMF Martins Fontes
N° de Páginas:737 (ufa!)
Citação:
"Quando a gente quer se fazer de tolo, quase sempre consegue."
Sinopse:
  Viagens ao fim do mundo, criaturas fantásticas e batalhas épicas entre o bem e o mal - o que mais um leitor poderia querer de um livro? O livro que tem tudo isso é O leão, a feiticeira e o guarda-roupa, escrito em 1949 por Clive Staples Lewis. Mas Lewis não parou por aí, seis outros livros vieram depois e, juntos, ficaram conhecidos como As crônicas de Nárnia.
Nos últimos cinquenta anos, As crônicas de Nárnia transcenderam o gênero da fantasia para se tornar parte do cânone da literatura clássica. Cada um dos sete livros é uma obra-prima, atraindo o leitor para um mundo em que a magia encontra a realidade, e o resultado é um mundo ficcional que tem fascinado gerações.

Opinião:
  O que eu posso, na minha inexperiência, falar sobre esse livro tão maravilhoso, tão incrível, e com tantas lições embutidas.
  Acho que todo mundo sabe sobre o que é Nárnia (Nárnia não é um lugar, Nárnia acontece, quando você menos espera pode acontecer), são sete livros, cada um contando um momento da história de Nárnia, desde a sua criação até... enfim...
   Houve apenas duas coisas que me incomodaram, muito levemente, nessa edição. Primeiro, que não é exclusivo dessa edição, foi a linguagem bobinha em grande maioria dos livros/partes mas isso se deve ao fato de que é um livro infantil... se você vai ler, tenha em mente que é um livro infantil e a linguagem é mesmo bobinha e é falado diversas vezes a mesma coisa (mas a história continua sendo ótima). A segunda foi simplesmente a escolha do papel, ele tem as páginas em papel branco (soffti, se não me engano) enquanto eu, e quase todo mundo, prefiro o papel pólen (amarelinho e cheiroso) por reflete menos luz e cansa menos a vista, fazendo com que se aguente mais tempo lendo.
  Outra coisa que deve-se saber sobre esse livro antes de lê-lo é que ele tem um auto teor cristão, tem muito cristianismo nas entrelinhas, e se isso te incomoda (Deus ainda vai mudar isso) nem queira ler, o melhor personagem de todas as histórias que já li até hoje é o Aslam, o Grande Leão, não só pelo que ele representa na história, mas porque ele é incrível demais... vocês tem que ler para saber quem é o Aslam, ele é magnífico nos filmes, mas não dá pra comparar com os livros...

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...