quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Lidos em Janeiro de 2014

  Como meu computador me odeia não pude colocar o vídeo de leituras do mês T.T
  Sendo assim lá vou eu fazer, novamente, um post tosco pra isso...

  Esse mês eu consegui ler nove livros \o/
  É a primeira vez, desde que eu comecei a trabalhar, que eu consigo ler nove livros... infelizmente nem todos foram bons :/
  Não vou me estender na explicação sobre os livros porque já fiz posts separados para eles...
Comecei o mês lendo o Bendito Assalto, livro que pretendia ter lido ainda em Dezembro (inclusive, o miniatura do vídeo de leituras de dezembro mostra ele) mas fazer o que se eu não me entendi muito bem com o Cidades de Papel.

Depois eu li o incrível Atormentada, que foi, com toda a certeza, o mais assustador do mês, e consequentemente um dos melhores, ele começa como um sick lit normalzinho e bem-humorado, mas dá uma reviravolta muito bacana, e por a personagem, que narra a história, ser bipolar, a gente passa uma boa parte do livro sem saber se as coisas estão realmente acontecendo ou se é tudo piração da cabeça dela, nem ela mesma sabe, na verdade... Uma coisa que me chamou muito a atenção foi a nota da autora no final do livro, ela é bem grandinha (para uma nota de autor) onde ela fala que estudou num colégio (por que eu sempre escrevo colágio?) que também possuía um corredor considerado mal assombrado, e onde ambém um menina morreu, a última frase da nota dela diz assim:
"Esse livro é em parte para ela [a menina que morreu na escola quando ela era criança] onde quer que esteja"

 Então tive a minha primeira e decepcionante experiência com Agatha Christie, peguei dois livros dela emprestados com uma amiga e fui conhecê-la, comecei por O Assassinato no Expresso do Oriente, que já ouvi mais de uma pessoa dizendo se tratar do melhor livro da autora.... mas eu detestei, tá legal, detestar não, mas foi uma gigantesca decepção.



Aí começou a maravilha maratona literária, resolvi começá-la lendo Quem Poderia Ser a Uma Hora Dessas? Já que eu era (com bastante ênfase na conjugação no passado) louco pra ler Desventuras Em Série, mas esse livro foi uma grande decepção, acredito que uma parte tenha sido por causa das minhas expectativas muito elevadas. Como diz Augusto Cury no livro O Colecionador de Lágrimas: "Uma expectativa é apenas uma decepção esperando para nascer"
Mas se alguém aí é fã desse cara e quer esse livro estou mais do que disposto para trocar, só entre em contato comigo e a gente negocia, pode ser aqui pelos comentários mesmo, ou se preferir por email
rudibaroncello@r7.com
ou
rudimar7@gmail.com



Outra decepção foi o livro Vingança da Maré, mais uma vez devo admitir que minhas expectativas demasiadamente altas podem ter sido o motivo para esse livro me agradar tão pouco... mas enfim, eu pretendo reler ele, em um futuro muito distante, só por isso não pretendo trocá-lo imediatamente.


A melhor leitura do mês com certeza ficou a cargo de Sidney Sheldon e seu maravilhoso Conte-me Seus Sonhos, gosto muito das histórias do vovô SS, e essa não me decepcionou, gosto de histórias onde algum dos personagens tenham transtornos mentais :p (isso ficou estranho??)


Encerrei a maratona lendo O Exorcista, do Willian Peter Blatty (eu já disse que odiei essa capa? Caso não tenha dito lá vamos nós ~Caham~ EU ODIEI ESSA CAPA)
mas o livro em si ficou no pódio, em terceiro lugar nos melhores do mês, apesar de ser uma história nojenta.

Então eu li o Louco Por Viver para o qual eu não fiz uma postagem especial... por ele ser auto-ajuda e muito, mas muito deprimente (livo de auto-ajuda deprimente? O objetivo deles não é ser motivacional? Sentiu o drama? Pra você ter uma noção da perfeição da obra) mas eu não vou me desfazer dele porque ninguém se interessaria em trocar mesmo ele foi um presente do meu pai (e meu pai me dar um livro é um acontecimento digno de jornal de horário nobre) e também porque a diagramação do livro é linda.
interior da capa azul

começo de capítulos em preto 

frases destacadas em preto ou com uma fonte diferente.



E terminei o mês lendo o outro livro que tinha pego emprestado, O Natal de Poirot, que ouvi muita gente falando que era o pior da autora, mas que eu gostei infinitamente mais do que o outro.

  E é isso galerinha, já li um ótimo livro agora em Fevereiro e amanhã eu venho falar dele ^^

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...