segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

[Opinião] O Pistoleiro - Stephen King

Editora: Ponto de Leitura (Objetiva)
N° de Páginas:286
Citação:
"Não gosto de pessoas. Elas me ferraram"
[Tudo a ver com o blog, né?] 
Sinopse:
 "O Pistoleiro" apresenta ao leitor o fascinante personagem de Roland Deschain, último descendente do clã de Gilead, e derradeiro representante de uma linhagem de implacáveis pistoleiros desaparecida desde que o Mundo Médio onde viviam "seguiu adiante". Para evitar a completa destruição desse mundo já vazio e moribundo, Roland precisa alcançar a Torre Negra, eixo do qual depende todo o tempo e todo o espaço, e verdadeira obsessão para Roland, seu Cálice Sagrado, sua única razão de viver. O pistoleiro acredita que um misterioso personagem, a quem se refere como o homem de preto, conhece e pode revelar segredos capazes de ajudá- lo em sua busca pela Torre Negra, e por isso o persegue sem descanso. Pelo caminho, encontra pessoas que pertencem a seu ka-tet - ou seja, cujo destino está irremediavelmente ligado ao seu. Entre eles estão Alice, uma mulher que Roland encontra na desolada cidade de Tull, e Jake Chambers, um menino que foi transportado para o mundo de Roland depois de morrer em circunstâncias trágicas na Nova York de 1977. Mas o pistoleiro não conseguirá chegar sozinho ao fim da jornada que lhe foi predestinada.

Opinião:
  Demorei muito para vir falar desse livro pelo motivo que: eu não sabia o que dizer...
  O livro começa com a frase mais famosa de toda a série: "O homem de preto fugia pelo deserto e o pistoleiro ia atrás" mas convenhamos que ele ia atras sem muita pressa... 
  O deserto não é exatamente um deserto comum, é um deserto gigantesco (aparentemente, ocupa todo o Mundo Interior) e é de terra dura, não areia.
  Nessa "perseguição" o pistoleiro, que só depois de muito tempo ficamos sabendo que seu nome é Roland Deschain, conhece algumas pessoas, fica um tempo em uma cidade com cerca de 50 habitantes, conhece um camponês com um corvo falante, que, assim como Roland, não me lembro o nome, e um garotinho chamado Jake, acho que a parte mais assustadora do livro acontece justamente quando Roland hipnotiza o menino para saber de onde ele veio.
  Este livro é a prova que mesmo aos 19 anos de idade Stephen King já era o cara... a narrativa não é muito frenética, é até um pouco parada em alguns momentos, e a história é repleta de flash backs, em algumas partes isso acontece por Roland estar contando sua história para alguém (e as vezes ele conta a história dele contando a história para outra pessoa... sente o drama) e em algumas partes, menos frequentes, é ele simplesmente se lembrando da vida.
  O Objetivo de Roland, primeiramente é encontrar o homem de preto, que no decorrer do livro, o autor nos faz acreditar que já lhe fez muito mal, mas não sabemos se ele está em busca de vingança ou se foi contratado para matá-lo, só perto do final do livro descobrimos o porquê da incansável e insistente perseguição.
  Ouvi muita gente dizendo que este é o pior livro da série, ou seja, muita coisa boa ainda me aguarda. Já que o único motivo para eu tirar uma estrela foi que fiquei meio perdido em uma parte da história.


Não gente, eu não sou fã de Dragon Ball, nunca vi pra falar a verdade, mas adoro as esferas :p

2 comentários:

  1. Oi Rudi!
    Sou louca para ler essa série, e acho que esse ano vai rolar! \o/
    Sua opinião me deixou mais animada ainda pra começar logo!

    http://maisumapaginalivros.blogspot.com.br/
    Mais Uma Página

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom^^
      Pelo que vi vale a pena, até agora só li esse mas tenho planos de continuá-la ainda esse mês...

      Tenho panos para sorteá-la aqui no blog quando eu terminar de ler. O que provavelmente vai acontecer por volta de julho, quando o blog fizer um ano :)

      Excluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...