sábado, 31 de maio de 2014

[Opinião] Sem Deixar Rastros - Harlan Coben


Editora:Arqueiro

Nº de Páginas:270

Citação:

Talvez nem fosse capaz de admitir para si mesmo essa verdade. Era um homem ferido. Realmente acreditava que ninguém podia amá-lo, e isso é difícil para qualquer um. Traz insegurança. Faz com que a pessoa se esconda numa espécie de trincheira."

Sinopse:
Myron Bolitar parecia destinado a uma carreira de sucesso na NBA quando uma lesão no joelho o afastou definitivamente das quadras. Porém, 10 anos depois, o agente esportivo, que também atua como detetive nas horas vagas, está de volta ao jogo - não para cumprir seu destino como astro do basquete, mas  para desvendar mais um mistério.
  O ídolo dos Dragons de Nova Jersey Greg Downing, principal adversário de Myron na época da faculdade, desapareceu sem deixar rastros pouco antes das finas do campeonato nacional. à frente do caso, Myron trabalhará infiltrado entre os jogadores para tentar obter informações que o levem ao paradeiro do antigo rival, com quem também competiu pelo amor de uma mulher.
  O que a princípio parece um típico desaparecimento vai ganhando contornos inesperados à medida que a investigação avança, reacendendo em Myron lembranças que ele nunca imaginou ter que reviver.
  Com a ajuda de seus fiéis escudeiros, o excêntrico Win e a ex-lutadora profissional Esperanza, ele comprovará que seus piores pesadelos estão mais vivos do que nunca. E, em meio ao glamour da NBA e a criminosos da pior espécie, vai descobrir coisas sobre si mesmo que mudarão sua vida para sempre.

Opinião:
  Pois é né seu Harlan Coben... me surpreendeu de novo.
  Esse é mais um livro da série Myron Bolitar (como vocês devem ter suposto pela sinopse), e assim como o outro que li, ele passa grande parte do livro desenvolvendo a investigação com muito bom humor e comentários sarcásticos e no final ele meio que fala: certo, senta aí, vamos conversar. Agora o negócio vai ficar sério! Mas de forma alguma isso fica sendo uma mudança abrupta, os personagens são bem desenvolvidos, mesmo esse sendo um livro de uma série o autor se preocupa com quem não leu o começo da mesma e explica quem é quem na história e consegue contruí-los de uma forma bastante satisfatória sem enrolar a história em si, talvez isso incomode um pouco o leitor que acompanha a série cronologicamente, o fato de todo livro falar sobre a história da lesão no joelho do protagonista, mas é uma sacada ótima, você nõ precisa ler os livros cronologicamente para conhecer os personagens.
  Outro toque de Midas que o autor usou foi, em determinados momentos colocar todas as pistas na nossa frente e nos desafiar a juntá-las, nos dando a oportunidade de resolver o caso, descobrir quem é o criminoso antes que o protagonista revele, o que no meu caso não adiantou muito, eu nunca suspeitei do verdadeiro criminoso da história.
   Uma coisa interessante sobre os dois livro que li desse personagem é que ele vai meio que na contra-mão dos romances policiais no sentido de crime, enquanto é muito mais comum o livro começar comum assassinato e durante a história acontecerem outros crimes, os livros da série Myron Bolitar (os que eu li, pelo menos) começam com um sequestro ou, mais especificamente, um desaparecimento, durante a história podem ou não acontecer outros crimes.
  Se você gosta de romance policial e nunca leu Harlan Coben você é um herege não sabe o que está perdendo, toda a ação e suspense de um intrigante crime com o humor mais refinado que se pode imaginar.


2 comentários:

  1. Interessante essa interação possibilitando juntar as peças e desvendar os mistérios. Não conheço a série, tão pouco a escrita de Harlan Coben, mas tenho curiosidade.

    Beijos,
    Nina & Suas Letras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é muito inteligente e é bacana também o fato do personagem ser muito irônico, isso faz o livro ter comédia também, não só suspense ;)

      Excluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...