quarta-feira, 23 de julho de 2014

[Opinião] Eu Sou o Número Quatro - Pittacus Lore


Editora:Intrínseca

N° de Páginas:350

Citação:

Não precisamos ser definidos pelas ações que fizemos ou deixamos de fazer no passado. Algumas pessoas se deixam controlar pelo arrependimento. Talvez seja um arrependimento justo, talvez não."

Sinopse:
Nove de nós escaparam...
O Número Um
foi morto na Malásia.
O Número Dois
foi assassinado na Inglaterra.
O Número Três
foi perseguido e capturado no Quênia.
Antes de ir atrás dos outros,
eles virão atrás de mim...
Eu sou o
Número Quatro.

Opinião:
  Sabe quando você não consegue decidir se o livro é melhor que o filme ou vice-versa? Pois é, esse é um caso, mas acho que fico com o livro pelo motivo óbvio, muito mais bem explicado.
  Nesse livro somos guiados por Quatro, logo depois de Três morrer, em determinado ponto do livro ele se encontra com Seis... Pera, pera pera... do que você tá falando? Um livro infantil que ensina os números para as crianças dando vida a eles? Não meu alter-ego estressado, o que acontece é que... deixa eu explicar pra todo mundo que você entende...
  A dez anos uma nave alienígena chegou na Terra, nessa nave vieram 9 crianças que passaram a ser conhecidas por seus números, Mas que números são esses criatura? A ordem que eles saíram da nave? Não, presstenção! Eles vieram para a Terra por que o planeta deles, Lorien, tinha sido atacado por outra raça alienígena que queria os recursos do planeta, então nove crianças foram mandadas para a Terra, o segundo planeta habitado mais próximo (o primeiro estava atacando eles) para crescerem e desenvolverem seus legados, para cada criança foi designado um Cêpan, que nada mais é do que outro lorieno que não desenvolve poderes, para cuidar e guiar as crianças quando começarem a desenvolver seus legados. Os Números de cada um é porque um ancião de Lorien lançou um feitiço de proteção sobre as crianças cada um com seu número e ela só poderiam ser mortas na ordem de seus números, deu pra entender? Agora sim! Mas oque aconteceria se o Três estivesse vivo e alguém atirasse na cabeça do Quatro? Se eles não estivessem juntos (quando estão juntos o feitiço se desfaz) o tiro perfuraria a cabeça de quem o disparou. Legal! :p.
  O livro tem uma narrativa rápida e agradável, apesar de se tratar de outro planeta, alienígena e em alguns momentos falar de magia também: "Lorien é um lugar onde a magia existe em sua plenitude." Não há muitas palavras inexistentes no nosso vocabulário.
  O interessante do livro, além da história bem escrita e criativa é ver o que está nas entrelinhas:
  No livro vemos o quanto é difícil se acostumar com um local novo, como um jovem ou mesmo um adulto tem que se adaptar a uma nova vida, depois de uma mudança abrupta quando existe a necessidade de começar tudo do zero existem as dificuldades de adaptação. Vemos também o impacto que o amor causa na vida das pessoas, como um jovem que se apaixona pela primeira vez John Smith (aka Quatro) julga que o bem estar do objeto (como perdão da expressão) de seu afeto é mais importante do que tudo.
  Com o surgimento dos Legados podemos também ver o desconforto, medo e insegurança de um adolescente quando percebe que seu corpo está mudando, quando percebe os pelos nascendo por todo o corpo, a voz oscila e os braços parecem mais compridos do que o normal.
  O livro também traz uma boa crítica a exploração desenfreada dos recursos naturais do planeta, os mogadorianos destruíram seu planeta matando as plantas e poluindo o que era possível poluir em nome do progresso, destruíram Lorien com a mesma intenção, já que o mundo deles estava tão poluído que a sobrevivência nele era cada vez mais difícil, e vieram para a Terra com o mesmo objetivo, além é claro, de matar os Lorienos (ou seria Lorianos?).
  Claro que nem tudo são flores, na minha opinião o livro focou tanto, em certo momento, no relacionamento entre John e Sarah que quase virou um romance, vários momentos tudo era esquecido e ficávamos algumas páginas apenas com os diálogos melosos deles e com "ela me beija e eu retribuo" "eu a abraço e ela me beija" "beijo sua testa e ela fecha os olhos e sorri" AAAAFFFFF, talvez isso não incomode muita gente mas pra mim foi penoso.
  Percebi também um pequeno "furo de roteiro" existe um acontecimento no livro onde o policial fala que três pessoas viram John entrar em determinado lugar e sair com algumas coisas... voando, e ele fala que nunca esteve lá, que não entrou para pegar determinadas coisas e o policial fala que em momento algum disse que ele tinha tirado as coisas de lá. Oi? Você não acabou de falar isso?
  Mas no geral o livro é muito bacana, bem, bem, BEM diferente do filme, por todo o trinamento e explicação sobre as coisas de Lorien eu prefiro o livro, no quesito ação, prefiro o filme, já que no livro ela só pega fogo de verdade no fim, e mesmo assim o(s) autor(es) divagam bastante, poderia ser melhor? Claro! Mas merece muito a fama que tem.

6 comentários:

  1. Adoreeeeeei a dinamicidade do texto, interage muito bem com o leitor! :)
    E me interessei pelo livro também (ainda mais pelo fato de ter nave alienígena) hahaha
    Beijinhos ❤️
    http://pequeninabiblioteca.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :p valeu Hellen
      estou louco para ler o resto da série, ouvi falar que ela só vai melhorando...

      Excluir
  2. Quandoo que o livro não é beem diferente do filme e muito melhor? kkk Já li os dois primeiros da série e são muitooo bons, mas não sei porque não segui lendo, é assim né... a gente acaba dando prioridade para outras leituras e se perde kkk e mesmo sendo fã de romance eu achei um saco as partes melosas do livro, até pq não gostei da Sara kkkk mas o final foi muito bom! bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanto a Sarah gostei muito mais dela no filme :p
      Você já leu A Guardiã da Minha Irmã? Também é super diferente do filme (Uma Prova de Amor) mas eu gostei mais do filme, o livro é sobrenaturalmente triste

      Excluir
  3. Esse foi o primeiro livro que li como leitora, digamos assim. Venho acompanhando a saga desde então. E aqui estou eu, aguardando o sétimo e último livro hahahahaha. Eu Sou o Número Quatro tem várias coisinhas que normalmente me irritariam, como você mesmo disse, o foco no romance de John e Sarah, mas felizmente quando li isso não ocorreu. Agora o amor é tão forte, que mesmo os autores cagando tudo, eu provavelmente permanecerei fiel ali hahahaha. Não vou mentir, tem um livro ali que foi bem dispensável digamos assim, com poucos acontecimentos importantes, mas no geral a saga tem tido bastante ação. O penúltimo livro então, para mim foi o melhor até agora.



    Conhece o nosso blog? Estamos sempre retribuindo visitas e comentários de nossos amigos blogueiros :D
    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Confesso que meu interesse pela série vem minguando com o passar do tempo... não sei se lerei o restante (não, até hoje não li) Qual é dispensável?

      Excluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...