terça-feira, 19 de agosto de 2014

Conheça o trabalho de Jeferson Barbosa


Que senta com fome
parecendo cansado
na verdade é escravo
da fome e do sol.

Cheira erva podre
uma que custa caro
e mata os  meninos
sem dó e porquê.

É mais que mendigo
é criança sem teto
feto sem afeto
jogado a mercê.

É fruto do lixo
da podre mente
que não recicla gente
deixa o homem perecer.

É delinquente do morro,
da serra, do povo
moleque cachorro
merece morrer.

Peão do crime
que morre primeiro
pro rei carniceiro
se manter no poder.

Visto com asco
escoria com peste
passa longe, esquece
renegamos você.

Órfão de palavra,
mãe e direito
merece respeito
o menino sem fé.

É apenas criança
mas abrupta mudança
faz no menino
um monstro se ver.

Jeferson Barbosa

 Conheça o trabalho do Jeferson no blog dele: Eterno

4 comentários:

  1. Olá,
    Adorei o poema <3. Muito criativo e bem escrito.
    Beijos.
    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um dos que mais gostei do Jeferson, é impossível não ler cantando né?!

      Excluir
  2. Respostas
    1. É uma crítica social, normal ser pesado... mas tem muitos outros no blog dele um dos que eu mais gostei foi o Se (de)³ us

      Excluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...