quarta-feira, 17 de setembro de 2014

[Enquadrando] Vingadores: A Queda

HQ ♦ Salvat ♦ Marvel ♦ Os Vingadores

  Sabe quando tudo resolve dar errado de uma vez só? Algo extremamente ruim acontece, e enquanto você tenta resolver aquela situação algo ainda pior acontece, e o efeito dominó vai aumentando até que você desiste de pensar "não pode piorar" porque cada vez que você pensa piora mais ainda. É isso que vemos em Vingadores: A Queda.
  O dia começa com aparente tranquilidade, os Vingadores estão tomando café da manhã e tendo uma das conversas mais desnecessárias e sem propósito imagináveis, quando o alerta de segurança rompida anuncia uma invasão no quintal da mansão. Ao saírem para verificar percebem que se trata do colega Valete de Copas, mas tem um problema... Valete de Copas morreu na última missão da equipe... e ele está com cara de zumbi, Scott Lang (o atual Homem-Formiga) se aproxima dele tentando entender o motivo de ele estar lá. Depois de sussurrar um pedido de desculpas o Valete de Copas explode, destruindo metade da mansão e reduzindo Scott Lang a um amontoado de ossos, paralelamente a isso, Tony Stark (ministro de defesa do estado, e como todos sabem, Homem de Ferro) tem uma espécie de colapso nervoso (como se estivesse embriagado) em uma reunião da ONU ao ver o delegado da Latvéria na primeira fila entre os líderes mundiais, esse "ataque de nervos" de Stark compromete não apenas sua posição como Ministro de Defesa como a posição de todos os Vingadores como protetores do povo.
  A história é exatamente o que o título sugere, o fim dos Vingadores como equipe e os motivos que levaram a isso. Com o ataque de vários inimigos dos vingadores, mostrando também que nem tudo é o que parece ser, que pessoas indiferentes podem se tornar grandes aliados e que as mazelas de uma equipe frequentemente são provenientes dos próprios membros.
  Eu já sabia quem era o culpado de tudo e até a forma que Scott Lang morreria devido as revistas do Vingadores atuais e também dos dois volumes do especial A Cruzada das Crianças. Mas isso não me impediu de duvidar de certos vilões, ou mesmo heróis no decorrer da leitura.
  É interessante, e até um pouco emocionante, ver os membros (que sobraram vivos no final) falando seus momentos prediletos da equipe, suas batalhas mais marcantes, e a dor de deixar tudo para trás. É uma das HQs que mais mostrou os Super-Heróis como humanos, as tristezas e o descontrole causados por grandes traumas e as diferentes formas de lidar com isso.

Talvez te interesse...

  Diversos heróis que já fizeram parte dos Vingadores foram até a mansão para oferecer ajuda, da forma que pudessem, consolar pelas mortes (que até esse momento eram apenas duas) ou pegar o responsável por elas.

  Pela última vez (ou não) temos uma história onde tanto Henry (Hank) Pym quanto Scott Lang aparecem (Henry Pym como Jaqueta Amarela e Scott Lang como Homem-Formiga)

  Henry Pym, além de ter sido o Homem-Formiga Original ( Além de Gigante e Jaqueta Amarela) foi o criador de Ultron, o robô genocida que odeia a humanidade e é o vilão do próximo filme dos Vingadores, algo pelo que ele se martiriza e até cita que, por mais que ele não queira, todo o bem que ele fez será esquecido e só se lembrarão dele como "O criador do robô assassino que quer destruir a humanidade"
  Em meio a tensão de ter colegas mortos e estarem sendo atacados por todos os lados por todos os inimigos possíveis a equipe começa a se desentender e fincar os dedos nas feridas uns dos outros, jogando na cara de Tony Stark seu problema com a bebida e falando para Hery Pym "Por que não vai procurar uma mulher pra bater?" fazendo referência a seu histórico de violência doméstica enquanto ainda era casado com Janete Van Dyne (Vespa)

Sinopse da Edição

  Presencie o dia mais sombrio dos Vingadores! Uma infindável série de eventos trágicos põem a equipe de joelhos. Mas qual dos muitos inimigos dos Vingadores poderia ter orquestrado um plano tão insidioso? Kang? Ultron? Conde Nefária? Ou será que o grande culpado veio das próprias fileiras dos Vingadores? Em meio ao caos, uma coisaé certa: a equipe composta pelos maiores super-heróis do mundo nunca mais será a mesma.

4 comentários:

  1. De inicio eu já me identifiquei com o enquadrando de hoje, porque as coisas estão piorando e quando algo melhora, outro algo piora, KKKK - meu, esse negócio de HQ é uma coisa série, Tipo, me parece muito real. E essa coisa de poucos sobreviverem depois de uma explosão de alguem que tinha morrido, mas que parece que virou zumbi e explodiu, meu D-s! KKKKK (SOU UM LEIGO)
    Estou me divertindo com essa coluna.

    http://gabryelfellipeealgo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que está gostando... infelizmente nem todas são assim... tem umas, principalmente as de super-heróis, em que os personagens são "maquininhas de salvar vidas" não são retratados como seres humanos e nem chegam a demonstrar emoções, por isso gosto mais das equipes (Vingadores, X-men, Liga da Justiça, Lanterna Verde...) sempre tem interação entre os membros e isso torna tudo bem mais interessante...

      Excluir
  2. Preciso perder a minha preguiça de ler HQs... Será que consigo? rs...

    Beijos,
    Nina & Suas Letras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkk
      Consegue sim Nina... no começo eu morria de preguiça de ler livros também e hoje eu adoro :p

      Excluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...