sexta-feira, 5 de setembro de 2014

[Marca Texto] Falem de Batalhas, de Reis e de Elefantes - Mathias Énard

  Inspirado na Michelly (Mais uma Página), e na Joana (Coisas Que eu Sei Que Sei) resolvi acrescentar uma nova "coluna" ao blog: Chamei a coluna, inicialmente, de "frisando", mas estou aberto a sugestões de nomes melhores :p (pensei também em "taca-lhe pos-it" e "marcando texto" mas não achei muito... como dizer? mentalmente saudáveis, em especial o primeiro) e vai consistir basicamente em colocar uma pequena quote de determinado livro e falar alguma coisa sobre ela, seja falar o que ela representa, ou se possui referência a alguma outra obra (de seja lá qual mídia), ou, o que vai acontecer com mais frequência, simplesmente falar porque escolhi ela para colocar aqui:

  "Sei que os homens são crianças que afugentam o desespero com a cólera, e o medo, no amor; ao vazio respondem construindo castelos e templos. Agarram-se a narrativas e as conduzem à sua frente como estandartes; cada um adota uma história para vincular-se à multidão que a compartilha. São conquistados por quem lhes fale de batalhas, reis, elefantes e seres maravilhosos; por quem lhes narre a felicidade que haverá para além da morte, a luz viva que presidiu seu nascimento, os anjos que giram ao seu redor, os demônios que os ameaçam e o amor, o amor, essa promessa de esquecimento e saciedade."
  Antes que se escandalizem dizendo: "como esse menino, se dizendo cristão, me coloca uma 'frase' dessas?" permitam-me explicar porque eu gosto dessa parte: Já disse algumas vezes por essa internet afora que se tem uma coisa que me cativa é a inteligência, e gosto principalmente de uma boa utilização vocabulário, por mais que esse trecho que destaquei me ofenda, ele é escrito de forma linda, discordo com veemência dessa história de que a ideia de uma vida após essa é apenas uma história para acalentar corações vazios e desesperados, mas respeito o ateísmo do autor, mesmo ele não respeitando a minha forma de pensar, o que mostra que apesar de um belo vocábulo lhe falta um tiquinho de entendimento dos mais diversos pontos de vista e, claro, de respeito...

  Então meu povo? Gostaram? É o que tinha pra hoje... se tiverem interesse já falei do livro em si aqui.

6 comentários:

  1. "Marca texto" cairia bem,sim! Mas "frisando" já frisou! RsRs
    Com essa nova coluna, lembrei que faz tempo que eu não posto nada na coluna #NaMinhaParede lá do blog! Amei o quote, mesmo me ofendendo, mas amo quando as pessoas expõem sua opinião com boas palavras, de um modo que a entendemos, embora ele tenha sido um pouco forte.

    http://gabryelfellipeealgo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Decidido, será "marca texto"
      Faz tempo mesmo cidadão, eu mesmo nunca vi essa coluna que você falou :p
      Adoro um bom debate, e um bom debate só é possível quando todos tem bons argumentos, ou que mesmo não sendo tão bons saibam expressá-los

      Excluir
  2. Olá, Rudi, tudo bem?
    E viva o respeito a opinião alheia, não é? Achei legal a forma com que você fez as suas colocações admirando o escrito mesmo não tendo concordado com a filosofia expressa pelo autor. Adorei!

    Beijos,
    Nina & Suas Letras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Nina! Já falhei muito na questão de respeito e não pretendo voltar a falhar ;)

      Excluir
  3. Gostei de sua opinião sobre a obra, mesmo não tendo concordo com tudo o que o livro propõe sobre expressar muito bem sua opinião sobre ele. Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...