quarta-feira, 29 de abril de 2015

[Opinião] Olhos de Fogo - K. J. Gantz


Editora: Non Ecxiste (publicação independente)

N° de Páginas: 127

Citação:

A personificação dos medos humanos vem de várias formas. Uma delas são os vampiros, criaturas sombrias e obscuras que por muito tempo permaneceram livres para agir a seu bel prazer, ceifando vidas e semeando um caos que parecia não ter fim. Entretanto, os imortais perceberam que suas vítimas não eram tão indefesas quanto pareciam, e quando os templários decidiram pôr fim a suas existências, uma das maiores guerras da história teve início, uma guerra que perdura até os dias de hoje."

Sinopse:
  "Os viajantes sabem que em noites de tempestade, quando o vento chicoteia suas tendas e a realidade parece mais distante tornando o medo tão real quanto frio suportado por seus corpos, é com a Lua que pode-se contar. Gorda e brilhante  ela fornece aquele fio de sanidade quando a densidade de nossos pesadelos ameaça sufocar-nos, a única lembrança de que haverá um dia para nascer amanhã.
  Entretanto muitas histórias contam sobre criaturas as quais nem a Lua pôde combater, e outras sobre criaturas que até diante do Sol conseguiam impor seu império de loucura. Durante uma semana duas dessas criaturas causaram terror na pequena cidade de Andradas, alterando muitos destinos e agitando aqueles que dedicam sua vida a caça-las.
  Essa é sua história."

Opinião:
  Então eu li meu primeiro e-book, e já percebi que isso não é pra mim... só persisti até o fim porque queria saber como a história terminaria, até quis imprimir para poder ler em papel, pra ficar mais fácil, sem a luz do celular fazendo meus olhos lacrimejarem... as minha impressora está sem tinta ¬¬'
  Mas vamos falar sobre o livro em si... ele começa com duas crianças, correndo por um cafezal enquanto são perseguidos por três pessoas não muito amigável, logo sabemos que as crianças são na verdade vampiros e os que os perseguem são um trio de Templários, pessoas que dedicam suas vidas a matar os vampiros.
 O livro é um prelúdio para uma trilogia que o autor vai escrever, chamado O Devorados de Mundos, e por ser  um prelúdio sua intenção é apenas apresentar o universo criado pelo autor, que é bastante rico e interessante, onde ele não ameniza a natureza dos vampiros, mas a amplia e os torna criaturas de imenso poder e de atitude surpreendente.
  A escrita do autor tem algumas oscilações, mas em poucos momentos parece ser de alguém iniciando sua carreira de escritor, os personagens são bem construídos, pelos menos os que tem relevância na história, o autor não perde tempo contando a vida dos transeuntes, mas se aprofunda o suficiente na vida dos protagonistas para entendermos suas motivações. 
  Complicado é descobrir quem é realmente o protagonista, temos 3 grupos e um indivíduo que em seus próprios ideais, os vampiros, os humanos, os templários e Lúcio, um híbrido, metade humano e metade vampiro.
  O autor apresenta os vampiros como criaturas que não matam pessoas por maldade ou seja lá porque, mas simplesmente por sobrevivência, não diferente de um sapo comendo uma mosca, ou um humano comendo uma galinha, o que nos impede de vê-los totalmente como os vilões da história.
  Não é um estilo de história que me atraia muito, mas me diverti lendo, não tenho certeza se lerei Mandara, primeiro volume da trilogia que citei acima... mas se ler, será se tiver uma edição física.
  O livro me foi, gentilmente, cedido pelo autor, mas você pode conseguir ele na Amazon (Clique aqui) por um preço bem acessível.


8 comentários:

  1. Olá,
    Não conhecia o livro e confesso que ele não faz meu estilo de leitura, mesmo você falando que também não era seu estilo, mas te divertiu, eu não fiquei com vontade de ler =/. Mas gostei da resenha.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também só fui conhecer o livro depois que o autor me enviou, e realmente não é um estilo que me agrade muito, mas não me arrependo de ter lido

      Excluir
  2. Hello, Rudi!
    Parabéns por ter lido seu primeiro e-book! Eu já li alguns (2 á 3), mas eu prefiro físicos, claro!
    Referente á resenha, bom.. eu fiquei com vontade de ler o livro, é o tipo de história que eu gosto de curiar, fiquei imaginando as crianças no cafezal fugindo dos templarios! Cara.. demaaais

    gabryel fellipe - quimeras mirabolantes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi meu primeiro e último Gabryel, não presto pra essas coisas não... a história é melhor do que eu esperava mas ainda não acho que seja lá essas coisas, se tiver a oportunidade de ler espero que aproveite mais do que eu, e que tenha mais facilidade também :)

      Excluir
  3. Oi Rudi.
    Já li muito no celular e no pc por falta de grana ou de achar o livro físico, a uns 3 anos deixei de fazer isso por que isso prejudicou horrores minha visão.
    Sem contar que eu gosto de molhar o dedo pra virar a página e de ver o livro no meu quarto euheuheue
    Achei bastante interessante, porem um tema repetitivo, perdi a conta de quantos livros de vampiros já li =/
    Bjs da Le
    Le Versos & Controvérsias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A ideia de ler pelo computador nunca me atraiu, e depois dessa experiência já decidi que, pra mim, e-books nunca mais

      Excluir
  4. Oi, Rudi! Tudo bem? Eu tenho o hábito de ler e-books, mas tenho que concordar contigo: É meio puxado e os meus olhos também lacrimejam... Mas enfim, a história do livro é bem interessante! Mas confesso: Tenho medo dessa capa! kkkkk

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkk Eu adorei a capa Tony, te admiro por persistir lendo livros digitais, não vai ter que fazer um cômodo extra na casa, como eu :p

      Excluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...