quarta-feira, 8 de julho de 2015

[Opinião] O Ladrão de Raios (PJO #1) - Rick Riordan

Editora: Intrínseca
Nº de páginas: 400
Trecho: 
Olhe, eu não queria ser um meio sangue. Se você está lendo isto porque acha que pode ser um, meu conselho é o seguinte: feche este livro agora mesmo. Acredite em qualquer mentira que sua mãe ou seu pai lhe contou sobre seu nascimento, e tente levar uma vida normal. [...] Se você é uma criança normal, que esta lendo isto porque acha que é ficção, ótimo. Continue lendo. Eu o invejo por ser capaz de acreditar que nada disso aconteceu”.

Sinopse: Percy Jackson está para ser expulso do colégio interno... de novo. É a sexta vez que isso acontece. Aos doze anos, estas é apenas uma das ameaças que pairam sobre esse garoto, além dos efeitos do transtorno de déficit de atenção, da dislexia... e das criaturas fantásticas e deuses do Monte Olimpo, que, ultimamente, parecem estar saindo dos livros de mitologia grega do colégio para a realidade. E, ao que tudo indica, estão aborrecidos com ele.
Vários acidentes e revelações inexplicáveis afastam Percy de Nova York, sua cidade, e o lançam em um campo de treinamento muito especial, onde é orientado para enfrentar uma missão que envolve humanos diferentes – metade deuses, metade homens – além de seres mitológicos. O raio-mestre de Zeus fora roubado, e é Percy quem deve resgatá-lo.
Com a ajuda de novos amigos – um sátiro e a filha de uma deusa – Percy tem dez dias para reaver o instrumento de Zeus,                 que representa a destruição original, e restabelecer a paz no Olimpo. Para conseguir isso, precisará fazer mais que capturar um ladrão. Terá de encarar o pai que o abandonou, resolver um enigma proposto pelo Oraculo e desvendar uma traição mais ameaçadora que a fúria dos deuses.

Opinião:
  E aí, galera?
  Tudo nos conformes? Haha
  Hoje eu vim até aqui para falar de um livro que sim, eu já havia ouvido falar, mas que jamais havia lido. Mas Carol... você viu o filme, certo? Não, eu não vi o filme, apesar de já ter passado milhares e milhares de vezes na televisão.
  Eu tenho algum problema? Talvez, mas o certo é que, além do fato de saber que a história era baseada nos deuses do olimpo, eu não fazia ideia do que esperar.
  Chega de enrolação, e vamos ao que importa?
  Esse foi o primeiro livro que eu li que é narrado por uma criança e que realmente parece que foi narrado por uma criança. Quer dizer, você já leu um livro onde a criança/adolescente é extremamente inteligente, sagaz e filosófica?
  Pois é, eu li dezenas. E Percy Jackson foi uma surpresa agradável nesse quesito. Muitas pessoas acharam as piadas e falas dos personagens tolas e superficiais, mas simplesmente esqueciam a idade desses personagens! Desde quando um garoto de doze anos faz piadas inteligentes? Acredite em mim, eu tenho uma irmã de doze anos, sei do que estou falando. Portanto, o que foi um ponto fraco para muitas pessoas acabou sendo algo positivo para mim.
  O que contribuiu muito para eu ter gostado do livro, foi – além da mitologia – a áurea infantil que impregna as páginas. Não é novidade que eu adoro coisas consideradas infantis (livros, filmes, desenhos), simplesmente porque a mente infantil é muito mais rica e inocente do que a adulta. E a gente sente isso na narração, nos vilões que surgem no caminho de Percy enquanto enfrenta sua missão, e essa inocência e a dinâmica com que o livro é narrado fez eu me lembrar de como era a minha cabeça na época dos meus doze anos. Sério... não deve ter sido fácil para o autor ter escrito um livro infanto-juvenil que nos fizesse voltar à infância.
  Gostei de ver como o autor explorou a procura pela identidade de Percy... a vontade de ser aceito e de impressionar o pai, o grande Deus dos mares, Poseidon. Também gostei da cumplicidade da amizade que se forma entre Percy, Annabeth e Grover, além da fluidez que encontramos no texto.
  Tudo bem... tenho que concordar que, algumas vezes, principalmente no fim do livro, eu senti certa dificuldade para visualizar as cenas com a falta de precisão da narração. Também concordo que o fim poderia ter sido mais emocionante e melhor trabalhado... mas nem tudo é perfeito, é?
  Minhas impressões?
  Um livro ótimo para distrair, escrito para aqueles que gostam de fantasia e não se importam com o fato de ser infanto-juvenil. É surpreendente? Não, na verdade eu achei tudo bem previsível, mas a leitura é gostosa. Também achei desnecessárias as comparações com Harry Potter, e quando peguei o livro para ler, eu me concentrei apenas nisso, em curtir a leitura.
Rick Riordan... pega meu like, fera! Eu super recomendo o seu livro!

PS: eu simplesmente amei essa capa! Dificilmente eu não gosto de capas de livros – principalmente livros infantis – portanto estou inlove por ela.

PS²: Rudi... obrigada pelo livro! Fico muito feliz que você tenha odiado! Espero que você odeie muitos outros para dá-los a minha pessoa :D rsrs




  (Adivinha quem esqueceu de dar nota ao livro dona Carolini)

10 comentários:

  1. Oi Carol, (e Rudi) eu já vi o filme mas por algum motivo que eu não sei bem qual nunca me motivei a ler os livros... preciso largar essa preguiça kkk, parabéns pela resenha!

    http://joandersonoliveira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também jamais me interessei pela obra, e o único motivo para eu o ter lido, foi ter ganho o livro rsrsrs Foi uma leitura divertida no final... quem sabe não seja para você também.
      haha

      Valeu!

      Excluir
  2. Concordo com o joanderson.
    Já vi o várias vezes na promoção, e ainda assim mesmo com essa palavrinha mágica anexada ao preço eu tive interesse em comprar pra ler.
    Quem sabe dado eu tbm não leia? euheuheueheu
    bjs da Le
    www.leversosecontroversias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkk
      Se você não tem o interesse em gastar, peça na maior cara dura... vai que cola?
      rsrs

      Beijos*_*

      Excluir
  3. Já li toda a primeira saga, gostei, porem eu tenho um problema com sagas: elas me enjoam, nos últimos livros já não aguento mais. E sinceramente, estou com preguicinha de dar continuidade a segunda saga de Percy: li apenas o primeiro livro, mas enfim, quem sabe um dia....
    Quando puder de uma passada lá pelo meu blog também! Grande abraço e Boas leituras!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi fabi, tudo bem?
      Eu sou o contrário de você, quando vai chegando os últimos livros das séries, mal posso esperar pelo fim kkkkkkk
      Mas eu sei como é... quando a história não te abocanha a ponto de te tirar o sono, é difícil prosseguir.
      Pode deixar, qualquer hora eu passo pelo seu blog pra fazer uma visita haha
      Beijos *_*

      Excluir
  4. ops! nem deixei meu endereço! www.linguaeliteratura.com.br! Abraços! ;)

    ResponderExcluir
  5. Já li toda a primeira saga, gostei, porem eu tenho um problema com sagas: elas me enjoam, nos últimos livros já não aguento mais. E sinceramente, estou com preguicinha de dar continuidade a segunda saga de Percy: li apenas o primeiro livro, mas enfim, quem sabe um dia....
    Quando puder de uma passada lá pelo meu blog também! Grande abraço e Boas leituras!

    ResponderExcluir
  6. Eu já li a série toda e amei! O primeiro está longe de ser o melhor, mas tenho um carinho especial por ele, acho que por ser onde tudo começou, onde conhecemos o Percy. Mas uma coisa que odeio são as adaptações da série, achei o filme péssimo, e pior ainda foi o segundo O Mar de Monstros, mas os livros valem muito a pena!
    E antes q eu me esqueça parabens resenha otima
    Bjos bjos

    ResponderExcluir
  7. Hey meu querido!
    Já ouvi muita gente dizendo a mesma coisa, que a escrita amadurece conforme a série avança e tal. Vamos ver, estou realmente interessada em comprar o restante... mas se alguém quiser me dar, eu não costumo recusar presentes haha
    Obrigada seu lindo, fico feliz que tenha gostado!

    Beijos

    ResponderExcluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...