quarta-feira, 29 de junho de 2016

Foi Difícil mas nos Entendemos [Minha história com E-Books]

  Oi minha gente,
  Hoje vim conversar com vocês sobre e-books. Eu era um daqueles que nunca tinha lido e tinha preconceito, dizia que jamais chegaria aos pés do livro físico, a sensação de segurar o objeto, virar suas páginas e sentir seu cheiro. Como diz Leon Idris em seu conto Alfred e a Estante, disponível apenas em e-book:
"Depois do café, abri o livro e, como de costume antes de toda nova leitura, cheirei as páginas - amantes dos livros digitais, julguem-me, mas saibam que é possível saber se um livro foi pouco ou muito manuseado pelo cheiro que o miolo retém;"
  E realmente, os e-books jamais chegarão aos pés dos livros digitais no sentido de prazer de leitura. Claro que ainda teremos acesso a seus segredos e conhecimento. Mas a sensação de segurar o livro e virar as páginas é incrível, principalmente quando o livro é mais gordinho. Não podemos negar, é claro, a praticidade dos e-books. Se assim como eu você tem pouco espaço na estante, pode escolher as edições que faz mais questão de ter físicas. Quando você compra um e-book, pode lê-lo imediatamente, o que não podemos fazer com uma versão física, a não ser, é claro, que compre em uma livraria física (e pague um preço absurdo, na maioria das vezes), e por falar em preços, os e-book são bem mais acessíveis nesse quesito também.



  Temos também o problema da agressão à visão. Tentei ler Quem é Você, Alasca? a muito tempo pelo celular e não consegui. Algum tempo depois  recebi do autor o livro Olhos de Fogo (→→), um livro curtinho que também li pelo celular. e confesso que foi uma experiência traumatizante. Minha visão sofreu com a luminosidade excessiva da tela e as letras que ou eram muito pequenas ou eu me obrigava a ficar arrastando a tela para ler cada linha, o que me dava tontura, além de uma terrível dor de cabeça.
  Com um tempo excessivamente grande terminei o livro, que é bem curtinho, diga-se de passagem. E decidi que não leria nenhum livro digital novamente.




  Esse ano consegui um tablet e com a função de diminuir a luminosidade da tela consegui ler sem problemas. Baixei o aplicativo Kindle, que tem recursos que auxiliam bastante na leitura,  e assinei o programa Kindle Unlimited. Onde consegui ler livros incríveis, e outros nem tanto, mas a vida é assim, né!
Conheça o Kindle Unlimited.

  O fato é que e-books valem sim a pena, e muito. Existem livros que é praticamente impossível encontrar em uma versão física que se preze. Além de ser bem útil na leitura de livros em outras línguas, devido a dicionário embutido (no caso do aplicativo Kindle). Até agora li 10 livros no tablet através do aplicativo. e estou lendo mais alguns.

  Uma coisa que pretendo adquirir logo é o aparelho Kindle, ele tem funções que tornam a leitura mais agradável ainda. No momento não é uma prioridade, mas a novidade na amazon é que o último modelo do aparelho agora existe em uma nova cor. Mas também há outros modelos.

              

  Admito que alguns tem um preço bem salgado, mas esse de 300 pila eu tenho coragem de comprar e acho que ainda esse ano faço isso.

  E vocês? Já entraram no, como diria Tati Feltrin, maravilhoso mundo dos e-books? Me digam aí nos comentários ;)


Nenhum comentário:

Postar um comentário



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...