sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

[Lista] Autores dos quais quero ler tudo (atualizada)

  Oi povo,
  Já tem mais de três anos que fiz essa lista pela primeira vez, e algumas coisa mudaram, você pode conferir a primeira versão clicando aqui e comparar com essa

01. Leon Idris

  Vamos começar com um autor nacional jovem e independente? Vamos sim, Leon Idris tem vinte e poucos anos e mesmo com a pouca idade ele mostra o que é saber escrever. Ele só tem dois livros publicados O deserto dos meus olhos (que você pode comprar a versão física clicando aqui) e Minha sombra cabe ali e os contos Há Pouco, Alfred e a Estante, Sobre o que nos separa e Cá estamos porque chegamos, há também um conto chamado Impermanência, mas esse foi retirado da Amazon pelo autor, quando perguntei ele disse que foi para reescrevê-lo, mas até hoje ele ainda não o disponibilizou novamente :/

02. Haruki Murakami

  Claro que o excêntrico japonês maratonista e antissocial ia aparecer aqui, Murakami me conquistou de forma assombrosa logo nas primeiras palavras do conto Sono. O final me deixou completamente encantado e logo passei para os romances, começando com O Incolor Tsukuru Tazaki e Seus Anos de Peregrinação, que confirmou a excelência do autor em seu ofício, li também a coletânea Homens sem Mulheres e os romances Minha Querida Sputnik, Norwegian Wood (que, apesar de ser o mais famoso do autor, eu não gosto), Ouça a Canção do Vento & Pinball. 1973, que são as duas primeiras histórias escritas por ele, publicadas em um volume único aqui no Brasil. E o não-ficção Romancista como vocação.

03. Clive Staples Lewis

  C. S. Lewis foi considerado "o mais relutante dos convertidos" e depois de ler sua biografia a gente entende o porquê disso. Mas é inegável que ele é a prova viva (foi a prova viva, hoje é só a prova) de que o cristianismo nunca exigiu o suicídio intelectual, muito pelo contrário, reconhecer a existência de um ser superior que comanda a natureza e orquestrou o universo é a única resposta plausível para os questionamentos da existência. O autor é mais famoso pela sua saga fantástica As Crônicas de Nárnia, apesar de eu, particularmente, gostar mais de Até Que Tenhamos Rostos no que se refere a fantasia, li também Cartas de Um Diabo a Seu Aprendiz, Cristianismo Puro e Simples (que provavelmente é o meu favorito dele), A Abolição do Homem (que apesar de minúsculo é bem complexo, tanto que vou precisar reler para absorver melhor) e Os Quatro Amores.

04. Agatha Christie

  Quando li Assassinato no Expresso do Oriente jamais imaginei que a Agatha entraria para essa lista, também não acreditava nisso quando terminei O Natal de Poirot. Só quando li O cavalo amarelo é que passei a realmente gostar da autora, e de lá pra cá meu amor por ela só aumentou, li também Um Corpo na Biblioteca, Os Elefantes Não Esquecem, Um Brinde de Cianureto, E não Sobrou Nenhum (meu favorito) e O misterioso caso de styles que foi meu primeiro audiobook.

05. Brennan Manning

  Acabo de perceber que, até o momento, só dois autores dessa lista ainda estão vivos, Brennan Manning foi um padre que morreu em 2013 aos 79 anos, se não me engano, e os livros dele são simplesmente fenomenais. Dele já li O Anseio Furioso de Deus, O Evangelho Maltrapilho (meu favorito, até o presente momento), Colcha de retalhos, O Obstinado Amor de Deus (que li rápido demais e preciso reler) e estou terminando O Impostor que Vive em Mim, que, talvez, se torne meu favorito.

06. Max Lucado

  Fala que ele não parece aqueles pastores de filmes gospel. Enfim, Max Lucado sempre me chamou a atenção, mesmo quando não havia lido nada dele, não sei exatamente o porquê, mas é assim, hoje já li bastante coisa, inclusive tive uma bíblia de estudo onde tinha vários textos dele. De livros eu já li A Historia De Um Anjo, A Graça Bate a Sua Porta, Gente como a gente, Quando Os Anjos Silenciaram, Na Jornada com Cristo, O Fim da Ansiedade e Dias Melhores Virão.

07. Tammy Greenwood


  Mais conhecida como apenas T. Greenwood a autora teve dois livros publicados no Brasil Um Mundo Brilhante e Dois Rios que é o que fez com que essa autora entrasse para a lista, infelizmente ela não fez muito sucesso por aqui e não teve mais nenhum livro publicado em português, até comprei Boddies of Water para exercitar meu inglês e poder ler mais coisas dela, mas ainda não sou capaz de lê-lo.

08. Evie Wyld 

    Agora entramos na parte das que me conquistaram com apenas um livro, começando com Evie, ela só tem Onde Cantam os Pássaros publicado no Brasil, quando contatei a editora eles disseram que tem planos para trazer outros livros dela pra cá,  mas estão demorando demais para o meu gosto.

09. Jhumpa Lahiri 

  Essa, felizmente, tem outros livros no Brasil, mas são poucos, já tenho todos eles mas fico com medo de esgotar a obra, apesar de ser o que eu quero não quero que seja logo. Dela só li O Xará por enquanto.

10. Harlan Coben 

  Claro que ele não podia faltar nessa lista, Harlan Coben é um dos meus autores favoritos e dele já li vários livros, em ordem foram: O Preço da Vitoria, O Inocente(Até hoje um dos meus favoritos), Desaparecido Para Sempre, Sem deixar rastros, Não Conte a Ninguém(que acho que o autor acabou se perdendo no final, mas é muito bom), Cilada (provavelmente, o meu favorito), Seis Anos Depois, Quebra de confiança (outro favorito), Fique Comigo (minha maior decepção com o autor), O Medo Mais Profundo e Jogada Mortal e ele também é um dos 2 sobreviventes da lista original.

  Claro que há outros, Lucinda Riley,  Jodi Picoult e M. L. Stedman ainda são autoras que pretendo esgotar a obra, se tiver oportunidade também quero fazer isso com o King, mas já não é prioridade.
  E vocês? Quais são os autores que vão te falir?


4 comentários:

  1. Oi Rudi,

    Achei legal sua lista, talvez eu faça uma também.

    Estou ansiosa para ler o conto do Leon Idris (Vamos ver)

    Da Agatha Christie só li "E não sobrou nenhum" (gostei muito)

    Max Lucado ... (tenho preconceito confesso)

    Como já disse, se eu chegar ler Brennan Manning algum dia, será por sua influência sua (aparece por aqui quase todo mês)

    Murakami, o mesmo caso do Leon Idris

    Lewis nem preciso comentar (amo)

    Dois Rios está na minha lista

    Harlan Coben, Evie Wyld, Jhumpa Lahiri ... não conheço.

    ResponderExcluir
  2. Faça Kelly,
    Quero ver sua lista também, estou ansioso para saber sua opinião sobre conto do Leon. Porque tem preconceito com o Max Lucado?
    Brennan Manning vai ficar aparecendo incansavelmente até eu conseguir convencê-la a ler algo dele u.u kkkk

    Dos três que você não conhece acho que a Jhumpa é a que mais combina com você

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho uma paixão pela Agatha que nem os meus 71 ebooks conseguem explicar.

    ResponderExcluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...