domingo, 18 de agosto de 2019

[Lista] Livros que foram apagados da minha mente

Compre pela Amazon e ajude a manter o blog
 
  Oi povo, então, tenho muitos livros ainda para "resenhar", mas resolvi trazer uma lista hoje, para não saturar o blog só com opiniões, hehe.
  Minha memória sempre foi uma grande aliada, pelo menos no que se refere a leituras, rostos e lugares, para acontecimentos e nomes ela é razoável, alguns diriam acima da média, mas não sei se concordo.
  Meus amigos nunca acreditam em mim quando digo que não lembro de algo, e mesmo quando esqueço posso recordar depois de algum esforço. Minha cabeça é meio acelerada, então eu leio, canto, "roteirizo" conversas e ainda reflito sobre o dia, e assisto alguma coisa... Claro que nem sempre sou capaz de tudo isso, mas quando estou no meu "normal" isso é bem tranquilo.
  Enfim, da grande maioria dos livros que li na vida me lembro bem e com vários detalhes, mas alguns foram simplesmente apagados, vou falar sobre eles aqui e tentar lembrar de algo sobre...
  Bom, segundo meu skoob eu já li 428 livros na vida, mas me lembro de 2 que não estão cadastrados no site (A Gralha Azul, um livro que li e reli na primeira série sobre um animal que realmente existe, apesar de ameaçado de extinção - e que talvez até já tenha sido extinto - que enterrava sementes de araucária para comer depois e acabava esquecendo onde, o que dava origem a um novo pinheiro e Olhos de Fogo, um e-book que recebi do autor já tem uns cinco anos protagonizado por um casal de irmão vampiros com menos de dez anos, ele disse ser o primeiro de uma série, mas nunca vi as sequências, não que eu queira ler), mas como tem alguns contos cadastrados como livros, deixamos empatado. Sem mais delongas, vamos à lista.


  Só lembro de não ter achado grande coisa, e que era bem genérico, nada que qualquer pessoa com pelo menos três neurônios não soubesse, por isso nem fiz questão de gastar meus gigas de memória para guardar o conteúdo, li ele em algum momento de 2012, e dei ele de presente para uma amiga que morava comigo logo depois de concluir a leitura.







  Esse é o terceiro livro de uma trilogia, os outros dois são A Farça e A Vingança, sempre achei estranho que A Traição viesse depois de A Vingaça, mas enfim... é um livro de suspense (foi o único da série que li) e o protagonista é um voluntário do programa Médicos Sem Fronteiras e a esposa dele trabalha no serviço secreto, o livro se passa, se não me engano, em algum lugar do continente africano, e tem uma bomba atômica no meio da história, é só o que me lembro, li ele em 2012 também (comecei a ler assiduamente em 2011, mas só passei a um livro atrás do outro em 2012)




  Um livro que li, mais ou menos na mesma época, e que agora que vi que não estava cadastrado como lido no meu Skoob foi esse. Lembro que o protagonista é filho de um grande empresário e tem toda uma correria e teoria da conspiração e me lembro bem do final, além da definição de o que é Janela de Overton, mas a história em si lembro do protagonista correndo com a mocinha que abre os olhos dele para a realidade e alguma invasões a propriedade privada, vasculhamento de documentos e esse tipo de coisa, mas só.




  Este eu li em 2013, se não me engano, lembro que a protagonista se chama Jaina Proudmore e o antagonista se chama Garrosh Grito Infernal (talvez a grafia não seja exatamente essa), lembro que a casa da Jaine é destruída e a magia faz o cabelo dela ficar branco, ela fica louca de raiva e toma algumas atitudes cruéis que são desaprovadas pelos seus aliados. E é só o que me lembro.






  Esse eu li bem antes de me tornar um leitor assíduo, foi por volta de 2004 ou 2005, eu era  um mancebo de uns 10 anos, obviamente entendi pouco do livro, mesmo na época, lembro que as páginas tinhas trechos destacados em umas ilustrações parecidas com pergaminhos estrelados (mas posso estar sonhando), e ele contava várias histórias também, lembro de alguma? Absolutamente não.






  Esse também foi lido em 2013, antes da metade do ano, eu acho, não tenho certeza se o blog já existia... Mas são contos do Sherlock escritos por outra pessoa (antes do personagem entrar em domínio público, inclusive, isso aconteceu só em 2014 ou 2015, por aí), só lembro de um conto onde o detetive foge de um local onde estava sendo mantido preso e de um outro onde ele finge estar morto para não ser morto, que é justamento o que dá nome ao livro, ele tem 5 contos, se bem me lembro, mas não me recordo nem dos títulos.




  Minha primeira (e última, no que me compete dizer) experiência com Lemony Snicket aconteceu no início de 2014, mas especificamente na primeira semana de janeiro, que era a semana da segunda maratona literária (não participei da primeira) organizada pela Alba e a Mari do antigo canal Psychobooks, li um livro por dia nessa semana, e esse é um livro que eu lembro de ter detestado, sei que tem o tal do Lemonny como protagonista e ele está em uma cidade em crise porque a economia dela se baseia na tinta de polvos e alguma coisa está acontecendo com os bixos, só não lembro o que (tenho uma vaga lembrança de o mar estar secando, mas posso estar sonhando)


  Este é um livro que li no ano passado e lembro de ter achado ele muito fofo, a protagonista é uma garotinha que eu acredito ser órfã que vai morar no Arkansas com quem acredito ser o avô e tem alguma coisa a ver com trens e charutos







 
  Outro livro que li ano passado, e se eu disser que me lembro de uma vírgula sequer vou estar mentindo, assim sendo, passemos para o próximo.










  Agora o motivo que me fez fazer essa lista e me preocupar com a minha memória, li esse livro esse ano e não lembro de praticamente nada, sei que eram irmãs gêmeas e uma morreu, e a que ficou viaja em muitas páginas de culpa e tristeza, mas quais as divagações dela e o que acontece na história eu não lembro, lembro que terminei o livro sem ter entendido muita coisa, talvez por isso ele foi se apagando tão rapidamente.





  E é isso povo, sei que de alguns livros dei bastante detalhes e tals, mas comparado ao que eu lembro dos outros esses mal lembro que existem, tem vários livros que, assim como o último, eu não entendi, mas me lembro do que li, talvez eu faça uma lista dos livros que não entendi também...
  Enfim, tem algum livro que você apagou da sua mente?


2 comentários:

  1. Oi Rudi!

    Bom, quando um livro me marca eu não esqueço e quando gosto muito sempre quero reler para não perder nada da memória. Tenho uma memória bem seletiva rsrs - esqueço muito das coisas, hoje mesmo aconteceu! Rostos, nomes (sou péssima com nomes), letras de música...deu pra entender.

    Agora me diga, como consegue ler o último livro de uma trilogia de boa, sem ter lido o resto :O Eu tenho Tok para essas coisas, consigo não.

    Alguns livros que li e não lembro quase nada são: A anatomia de uma dor (mas amei, vou reler), Meus desacontecimentos (quero reler, não gosto do conteúdo mas a autora escreve maravilhosamente bem), George Whitelfied e Atlântida - o reino perdido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkk, É que livro de mistério não tem muito problema ler fora de ordem porque cada livro é um caso isolado.
      Mas também fiz isso com duas séries da Emily Rodda quando estava começando a vida de leitor

      Excluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...