domingo, 18 de maio de 2014

[Opinião] O Chamado da Selva - Jack London

Editora:Abril

N° de Páginas:111

Citação:
"De maneira tão positiva tais matrizes o atraíam que, a cada dia, a humanidade e seu clamor escapuliam para longe de Buck. Nas profundezas da floresta, um som ecoava; e, sempre que ouvia o tal chamado, misteriosamente emocionante e sedutor, ele se sentia compelido a dar as costas à fogueira e à terra batida ao redor dela e mergulhar na mata, seguindo em frente, sem saber para onde ou por quê; muito menos, ele se perguntava onde ou por que o chamado ressoava imperiosamente nas profundezas da selva."
Sinopse:
  Jack London conheceu a importância dos cães quando ele e seu cunhado foram ao Alasca procurar ouro. Viu uma oportunidade de ter sucesso escrevendo ao saber que um livro de Everton Young sobre cães tivera ampla aceitação pelo público. 
  Começou, então, a escrever O Chamado da Selva. É lindo ver Buck, um cão acostumado a todos os confortos, descobrir que precisa voltar às suas origens. Ele passa por duras aventuras e martírios com os homens, até encontrar John Thornton, quando surge uma amizade permeada por amor e respeito entre ambos. Buck tenta se esquivar de brigas e confrontos, contudo, no fim, aceita que sua escolha se reduz a matar ou morrer.
  Este livro, por seu realismo, sua força e empatia, encanta com as aventuras e as relações entre homem e cães, e fará você refletir bastante no final.

Opinião:

  Vou começar contando o que me levou a comprar esse livro, ultimamente estou querendo ler mais clássicos e entender porquê eles são considerados clássicos. Isso começou, ou reforçou, depois que li o incrível O Retrato de Dorian Gray em dezembro, até anteontem, ele era meu clássico favorito, mas foi desbancado pelo Chamado da Selva aqui, ainda acho e digo que todo mundo deveria ler O Retrato de Dorian Gray, pois ele tem uma mensagem incrível, mas vamos falar do que viemos aqui pra falar né.
  O Chamado da Selva foi o único livro da coleção Prazer da Leitura que eu encontrei que não era uma adaptação, e como todo mundo estava falando de Jack London por causa do O Lobo do Mar que estou aceitando de presente viu ;), resolvi comprar ele, o que eu sabia sobre o livro:

  1. Era a história de um cachorro (certo)
  2. Era narrado pelo cachorro (errado)
  3. Falava sobre um cachorro doméstico que virou selvagem (mais ou menos)
  O livro conta a história de Buck, filho de um São Bernardo com uma Pastor Escocês herdou o tamanho e a força do pai com os belos traços da mãe, era o "cachorro chefe" da fazenda, até que um dia, enquanto seu dono viajava, um dos empregados que era viciado em jogos vendeu Buck a um estranho, provavelmente para conseguir dinheiro para pagar a dívida de jogo, Buck é levado para o norte e nunca ficamos sabendo que destino teve o empregado que o vendeu.
  Buck então é "adestrado" por um homem que pelo resto da vida será lembrado como "o homem do casaco vermelho", o adestramento se dá da forma mais cruel e violenta possível, e devido ao trauma Buck acaba sendo "domado", ele é então levado por dois homens para, junto a outros cães, puxar o trenó deles, com amizades e inimizades entre os outros cachorros muita coisa acontece, mas vou parar com a história por aqui.
  A escrita é bem simples, o que me faz acreditar que mexeram nela para essa edição, (mas pelo menos não mudaram sagacidade para esperteza), a edição é toda ilustrada o que facilita na hora de imaginarmos as cenas, ou melhor, nos poupa de imaginar, já que ela está bem ali. As ilustrações também são um show a parte, são muito bem feitas e de uma beleza incrível.
  A narrativa é de ótima qualidade, descreve os pensamentos do cão de forma convincente, nos deixa muito envolvidos com a história e nos faz acreditar que tudo aquilo aconteceu realmente, e é uma história tão realista, que mesmo sem termos contato com trenós puxados por cães e essas coisas conseguimos acreditar que essa história, além de verdadeira, pode ter acontecido não apenas a um cão, mas a muitos cães diferentes que acabaram tendo o mesmo destino que Buck, mesmo que o começo de suas histórias sejam diferentes.
    Acima de tudo a história nos faz ver o valor dos animais e o quanto o respeito, conquistado não imposto, é importante nas relações não só entre homem e animal mas entre humanos também. É um livro lindo que toca fundo, vemos o que podemos nos tornar se não nos controlarmos... é lindo :')



Nenhum comentário:

Postar um comentário



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...