segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

[Opinião] Se Houver Amanhã - Sidney Sheldon

Editora: Record

N° de Páginas: 508

Citação:

A liberdade para Tracy não era mais simplesmente uma palavra abstrata. Era uma coisa concreta, uma condição física a ser desfrutada e saboreada. Significava respirara ar fresco, ter privacidade, não entrar em fila para comer, não ouvir campainhas. Significava banhos quentes e sabonetes perfumados, lingerie macia, bonitos vestidos, sapatos de saltos altos. Significava ter um nome em vez de um número."

Sinopse:
  Crimes perfeitos, como o roubo de um quadro Goya do museu do Prado, são um desafio para Tracy Whitney.
  Mas ela não é uma ladra qualquer: para se vingar dos homens que a colocaram injustamente na prisão, ela se torna uma especialista em aplicar golpes em empresários inescrupulosos. De Nova Orleans a Londres, passando por Paris, Madri e Amsterdã, ela desafia a Interpol com uma série de ações ousadas... E apenas um homem é capaz de detê-la.

Opinião:
  Vai ser extremamente difícil escolher os melhores do ano no fim desse.
  Em Se Houver Amanhã conhecemos Tracy, Uma bem sucedida funcionária de banco, noiva de um homem rico, e formidável, mas então tudo começa a dar errado, a mãe comete suicídio e ela é enganada pelas mesmas pessoas que enganaram a sua mãe.
  Tracy tem os traços marcantes das protagonistas do Sidney Sheldon, mas consegue ser a mais inteligente e apaixonante de todas, além do fato de não ligar tanto para o dinheiro (ou coito) como Nolle Page, de O Outro Lado da Meia-Noite.
  O autor nos mostra a transformação da personagem de uma forma convincente ressaltando o poder da determinação e a paixão pelo "trabalho".
  No decorrer do livro vários outros personagens nos são apresentados como Jeff Stevens, um golpista de berço, o qual tem uma importância fundamental para a história e cuja genialidade rivaliza com a de Tracy, um dos pontos altos do livro é ver ambos disputando e também se juntando para fazer todos os outros de bobo.
  Outro personagem de grande destaque é Daniel Cooper, um ser abominável, que conquista a antipatia de todos que encontra, inclusive a do leitor, e conforme o livro passa acumulamos mais e mais asco pelo personagem.
  De forma geral todos os personagens são muito bem construídos, até mesmo os que aparecem por não mais que um capítulo, a trama é muito bem feita e o livro tem um final espetacular, daqueles que você termina e se sente satisfeito, pensando "Já que tem que acabar, que bom que foi assim!"
  Sidney Sheldon não me desapontou e foi até um pouco além das expectativas que eu tinha para esse livro.

8 comentários:

  1. Oi, Rudi, tudo bem?
    Ainda não li nada do Sidney Sheldon, mas fiquei instigada a saber mais sobre a transformação da personagem Tracy. "Significava ter um nome em vez de um número", quantos não são apenas um número, não é?! Adorei a resenha.

    Beijos,
    Blog | Youtube | Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Nina,
      A personagem mantém sua inteligência durante todo o livro, mas ela perde a inocência e adquire uma determinação invejável

      Excluir
  2. Posso jurar que assisti um filme com esta história.
    até vou pesquisar no google haha
    bjs da Le
    Le Versos & Controvérsias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem um filme bem antiguinho baseado no livro, se não me engano está disponível no YouTube inclusive

      Excluir
  3. Oi Rudi!
    Tenho bastante vontade de ler algum livro do Sidney, sua resenha me deixou bem empolgado em ler essse título, achei a história interessante. Espero gostar tanto quanto voce :)
    Abraços
    http://leituraforadeserie.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei se já disse isso em algum momento mas esse foi o segundo que mais gostei do autor, talvez empatado com Conte-me Seus Sonhos, tomara que tenha a oportunidade de lê-lo e goste ;)

      Excluir
  4. Oi, Rudi! Fico feliz em saber que você está fazendo ótimas leituras em 2015! Esse livro do Sidney chamou bastante a minha atenção, tenho muita vontade de ler algo do autor e espero poder começar a ler suas obras por esse livro (que foi bem avaliado por você! :))! Adorei a resenha!

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que é uma boa começar por ele sim, embora continue achando que nada que ele escreva vai superar A Herdeira, o bacana do autor é que os livros dele não se prendem a um único gênero...

      Excluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...