domingo, 17 de dezembro de 2017

[Opinião] A Longa Marcha - Stephen King #216

Editora: Então, esse livro só pode ser encontrado na coletânea Os Livros de Bachman, que pode ser comprada pelo valor de um coração no mercado negro ou, como eu fiz, encontrar alguém que tenha o e-book, que foi traduzido e publicado pelo pessoal do site LeLivros e também disponibilizado no mesmo.

N° de Páginas: 244

Sinopse:
  Em um futuro próximo, onde os Estados Unidos se tornou um estado militar, cem garotos são selecionados para uma competição anual, onde o vencedor é premiado com o que ele desejar, para o resto de sua vida. As regras são simples: manter um ritmo de marcha constante, de seis quilômetros por hora, sem parar. Três advertências, e você está fora, permanentemente.

Opinião:
  Conheço o King já a algum tempo, ele figura entre os autores dos quais quero ler tudo, tanto que já tenho todos (exceto alguns pré-Carrie) os livros dele, grande parte em e-book, mas enfim. Apesar disso e do fato de esse ser o vigésimo livro que leio do autor, ele foi o primeiro que li que ele escreveu sob o pseudônimo Richard Bachman, pseudônimo que ele criou para poder publicar livros que ele escreveu antes de Carrie, seu primeiro publicado.
  Os livros escritos sob esse pseudônimo, segundo Lisa Rogak (que escreveu a biografia intitulada Coração Assombrado, publicada aqui pela Darkside Books), são caracterizados pelos finais que acabam com a esperança de quem está lendo, finais desesperadores e nenhum pouco felizes (Claro, porque o final de O Cemitério é muiiito feliz), o autor o escolheu de forma bastante interessante, forma essa que é narrada na biografia já mencionada e, não tenho certeza mas, acredito que também no não-ficção Sobre a Escrita, e adotado para que o mercado não saturasse de livros do mesmo autor, inclusive eram publicados por uma editora diferente da que publicava o autor com seu verdadeiro nome.
  Enfim, falando do livro, ele alcançou, com louvor, a posição de pior coisa que já li do autor, e os motivos são vários, tantos que vou fazer em forma de lista aqui.

  1. A ideia é ridícula: Nenhum governo do mundo chegaria ao extremo de fazer uma maratona onde 100 jovens correm até a morte, nem o presidente Snow concordaria com isso.
  2. Personagens irreais: Para complementar o primeiro ponto, como se não fosse absurdo o suficiente o governo autorizar, ou melhor, organizar, esse absurdo os 100 jovens são, pasmem, voluntários, mesmo sabendo que apenas um deles, na melhor das hipóteses, sairá vivo. Pior ainda, recebem apoio da família e das pessoas de seu convívio.
  3. Situações impossíveis: Os personagens, que já concordamos que são irreais e nem um pouco convincentes, passam dias, isso mesmo DIAS caminhando em uma velocidade constante de, pelo menos, seis quilômetros por hora, e fazem isso mesmo enquanto dormem.
  4. Recuperações milagrosas: Alguns personagens estão a beira da morte por esgotamento (inclusive o protagonista) e no capítulo seguinte é como se tivessem acabado de começar a caminhada.
  Acho que já é o suficiente, já disse que esse livro pode ser encontrado em um site, e unicamente nele, praticamente, pois foi traduzido pelo pessoal do mesmo, mas foi digitado as pressas, de qualquer forma, e não passou por nenhuma forma de revisão, aparentemente, existem passagens com erros absurdos, alguns acredito que sejam problemas de fragmentação do arquivo (como palavras cortadas troca de "m" por "rn" de letras por números) mas alguns são erros "comuns" ("mas" para "mais", "n" no lugar de "m" "s" onde não existe, esse tipo de coisa)
  Em suma, é um livro ruim, daqueles que quando a gente pensa "será que é melhor ter uma edição cagada do que nenhuma edição?" chegamos a conclusão de que seria melhor que o livro nunca viesse para o Brasil, ficaríamos na expectativa mas pelo menos não perderíamos tempo lendo ele.


2 comentários:

  1. Oi Rudi,

    Nunca (nunca) tinha lido uma crítica negativa de um livro do King hahaha.

    Como já comentei aqui em algum lugar, eu nunca (essa palavra de novo) li nada desse (aclamado) autor e não sei se farei um dia, de qualquer forma, pelos pontos que você destacou "A longa marcha" já está cortado da possível lista.

    Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa ideia cortar esse, também não gosto de Doutor Sono nem morro de amores por Insônia, então se quiser cortar esses também Haha.
      Acho que já te recomendei mas enfim, quando decidir ler algo dele recomendo À Espera de Um Milagre, é lindo

      Excluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...